Ideia perfeita para continuação de Curtindo a Vida Adoidado é revelada

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Hollywood está na onda de lançar continuações tardias de clássicos dos anos 1970, 1980 e até de 1990. Com isso vem logo a questão: veremos uma sequência de Curtindo a Vida Adoidado? Por enquanto não há notícias disso, mas um dos astros do filme, Alan Ruck, tem uma boa ideia para tal.

Em participação no programa Couch Surfing, da PeopleTV, o Cameron Frye, falou sobre uma continuação de Curtindo a Vida Adoidado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Há sempre pequenos rumores e roteiristas me falam em festas, ou premiações, ‘eu tenho uma ótima ideia’. Então nunca mais se ouve sobre o assunto”.

“Na época, John Hughes chegou a falar com Matthew Broderick brevemente sobre Ferris ir para a faculdade. Eu sempre pensei que deveriam esperar Matthew e eu estarmos com 70 anos. Cameron está no asilo e Ferris o tira de lá!”, continuou o ator.

Realmente, trata-se de uma ideia bem melhor que simplesmente mostrar Bueller na faculdade. Resta aguardar para saber se veremos isso algum dia.

Continuação de outro clássico

Viajando para o futuro e o passado com a máquina do tempo DeLorean enquanto conta as aventuras de viagem no tempo de Marty McFly e seu amigo cientista Doc Brown, De Volta Para o Futuro colocou o sonho de uma máquina do tempo em nossas vidas e a produção ainda é o assunto de muitas séries ou filmes.

Um dos coautores do filme, Bob Gale, recentemente fez alguns comentários sobre a possibilidade de um quarto filme ser lançado e explicou por que isso nunca aconteceria.

De acordo com Bob Gale, anos se passaram e Michael J. Fox, um dos atores principais, agora está com 59 anos e tem Parkinson. Por isso, era certo que o quarto filme não viria no futuro porque sem Michael J. Fox, De Volta Para o Futuro teria perdido o seu encanto.

Recentemente, Marty McFly de De Volta Para o Futuro, Michael J. Fox, falou sobre sua doença e apoiou as explicações de Gale de não fazer um novo filme, explicando que ele tinha dificuldade em manter os roteiros em sua memória.

Michael J. Fox, que tem lidado com a doença de Parkinson por muitos anos, explicou que ao se aproximar dos 60 anos, ele lentamente perdeu a habilidade mais importante de um ator que é memorizar as falas do roteiro.

Aqui está o que ele afirmou:

“Eu sempre tive uma proficiência real para falas e memorização. E eu tive algumas situações extremas em que os últimos trabalhos que fiz foram realmente papéis com muitas palavras. Eu lutei durante os dois.”

A memorização é uma parte essencial de ser ator, então suas lutas ao fazê-lo o direcionaram para outro campo do qual ele gosta muito: escrever. Ele já escreveu seu quarto livro de memórias chamado No Time Like the Future, que será lançado em breve.

Aqui está o que ele disse:

“Eu estou decidido a isso. Minha habilidade com violão não é boa. Meu esboço não é mais bom, minha dança nunca foi boa e atuar está cada vez mais difícil de fazer. Então é só escrever. Felizmente, eu realmente gosto disso.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio