Mosul, filme original do Oriente Médio, chegou na Netflix causando grande curiosidade aos assinantes. O longa tem produção de Joe e Anthony Russo, os diretores de Vingadores: Ultimato.

Como afirma a sinopse, Mosul segue um esquadrão paramilitar que combate o Estado Islâmico. Eles atuam na cidade que leva o nome do longa, destruída por conta da guerra.

A história parte do momento em que um policial é salvo. Ao ver esse grupo salvando vidas, o jovem decide se unir a eles.


O que muitos fãs perguntam é se Mosul é baseado em fatos reais. Toda a trama leva a pensar isso.

A Netflix, na página de Mosul, confirma isso. O filme é baseado em fatos reais que foram publicados primeiro pela revista New Yorker.

O que chama atenção também é que pessoas que moraram em Mosul foram à internet para comentar sobre o filme da Netflix.

História real de Mosul na Netflix

O site Daily Soap Dish trouxe os comentários importantes. Um deles afirma que é um morador de Mosul que ficou impressionado com o longa.

“Como um iraquiano de Mossul, eu garanto que a atmosfera da cidade era assim mesmo e muito terrível”, diz o comentário. Já outro comentou que gostou que “não é mais um filme que glorifica soldados americanos”.

O filme é baseado no artigo de Luke Mogelson, que tem o título de “A Batalha Desesperadora para Destruir o Estado Islâmico”. O foco do texto era mostrar a difícil vida dos iraquianos no meio dessa luta.

Os irmãos Russo já contaram que o diretor Matthew Michael Carnahan ficou tocado com o artigo. Assim, decidiu que essa era a história que queria contar ao mundo.

O elenco de Mosul na Netflix tem Suhail Dabbach, Adam Bessa e Is’haq Elias.

“Depois de ser salvo por um esquadrão paramilitar iraquiano, um jovem policial se une a eles para combater o Estado Islâmico na dizimada cidade de Mosul”, afirma a sinopse.

Mosul está disponível na Netflix.