A Voz Suprema do Blues: Fãs da Netflix ficam chocados com Chadwick Boseman

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Voz Suprema do Blues estreou recentemente na Netflix, e já vem sendo descrito como “um dos melhores filmes da plataforma”. Protagonizado por Viola Davis, o longa acompanha a história real de Ma Rainey – lendária cantora de blues conhecida por sua voz marcante, talento inegável e essenciais contribuições para a popularização do gênero.

O filme também marca a última performance de Chadwick Boseman no cinema. O eterno Pantera Negra deu adeus ao público em agosto deste ano, e deixou sua atuação como o trompetista Levee Green como um verdadeiro presente de despedida para os fãs.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fãs que já conferiram o filme estão achando que Boseman vai receber indicações póstumas ao Oscar!

Confira abaixo tudo sobre essa história!

Performance memorável

A Voz Suprema do Blues tem tudo para levar à Netflix para mais uma temporada de premiações. A atuação de Viola Davis como a protagonista Ma Rainey deve receber indicações ao Oscar, e muitos críticos acreditam que Chadwick Boseman também será citado no prêmio.

Viola Davis já ganhou um Oscar de Melhor Atriz pelo filme O Limite Entre Nós, lançado em 2017. A atriz também foi indicada por Histórias Cruzadas, de 2012 e por sua performance como atriz coadjuvante em Dúvida, de 2009.

Segundo importantes críticos de cinema, Chadwick Boseman tem tudo para ser indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Vários atores já foram indicados ou premiados pela Academia de maneira póstuma. Entre eles, destacam-se James Dean, Peter Finch, Heath Ledger, Spencer Tracy e Massimo Troisi.

Chadwick Boseman é inacreditável em A Voz Suprema do Blues. Você não consegue tirar os olhos dele. As resenhas não fazem justiça à performance, e olha que todas elas estão ótimas”, comentou o comediante Trevon Free.

Críticos especializados concordam: Chadwick Boseman deve ser indicado ao Oscar por A Voz Suprema do Blues.

“Acho que ele vai receber indicações póstumas às premiações por esse filme”, afirmou o crítico Ronaldo Davis.

Várias resenhas publicadas pelas revistas de entretenimento mais importantes da indústria celebram o talento do ator, que faleceu em 28 de agosto.

“A paixão, energia, vigor e suavidade mostrados na tela deixam fãs tristes por sua despedida, mas confortados por ele não ter desaparecido. É uma performance incrível que com certeza será lembrada pelo Oscar”, comentou o jornalista Dan Buffa.

A Voz Suprema do Blues está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio