Explicado por que Frozen e clássicos da Disney compartilham a MESMA tragédia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Frozen, A Bela e a Fera, A Pequena Sereia, Branca de Neve, Cinderella, dentre muitos outros clássicos da Disney trazem protagonistas com algo em comum: elas perderam suas mães. Essa escolha do roteiro pode estar relacionada a uma tragédia da vida real.

Primeiramente é importante ressaltar que a morte ou a simples ausência da figura materna nesses filmes muitas vezes vem dos contos originais nos quais foram baseados. A escolha de matar a mãe de certo personagem, ou jamais mostrá-la, funciona a fim de desenvolver a protagonista.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A ausência da mãe automaticamente a coloca em uma posição em que deve amadurecer por conta própria. Em essência, tais filmes são sobre isso, mostrando como uma grande adversidade faz a protagonista crescer.

Conforme matéria de Jasmine Gallup, do ScreenRant, contudo, esse ponto em comum entre as princesas pode ter sido mantido dos contos em razão de uma tragédia na vida de Walt Disney.

A mãe de Disney faleceu no início da década de 1940, logo após ter se mudado para uma casa que Walt comprou para ela e seu pai. Com isso, o produtor Don Hahn teorizou que Walt pode ter se sentido culpado pela morte da mãe.

Isso teria influenciado a morte da figura materna nos filmes da Disney, tanto como homenagem, quanto para criar um vínculo entre o criador do estúdio e os longas.

Frozen de terror

Frozen ganhou uma espécie de versão nos quadrinhos da DC, mas com uma reviravolta: temos uma história mais voltada para o terror do que o tom de fábula do longa-metragem da Disney.

Na história da Liga da Justiça, intitulada Endless Winter, vemos Edwald Olaffson se transformar em um monstro por causa das suas habilidades de controle do gelo.

O personagem era uma pessoa normal durante o século X. Ele vivia em um vilarejo, sobrevivendo aos desafios do Inverno, até o seu filho, Magnus, ser quase morto por um urso polar.

Edwald usa seus poderes e congela o animal antes dele atacar Magnus. De início, os outros moradores do local exaltam seus poderes, mas logo começam a temê-lo em razão dessas habilidades. Eventualmente, eles decidem que ele é o Rei do Inverno, uma criatura mitológica temível.

Conforme ele se tornou mais poderoso, também ficou mais imprevisível e acabou criando um Inverno eterno, que devastou a vila e seus recursos. Eventualmente, os moradores locais tentam queimar toda a família e Edwald os taca para defender a família. Nesse processo ele perde um dos filhos, que é morto por uma flecha.

Olaffson se torna, então, um vilão e libera toda a sua fúria no local.

Em Endless Winter ele retorna mais irritado que nunca e jura se vingar do mundo por atacar sua família. Ao contrário de Elsa, em Frozen, ele jamais é aceito pelos outros e é consumido pelo ódio.

Cabe à Liga da Justiça derrotar esse trágico vilão nos quadrinhos da DC.

Frozen e os outros filmes da Disney estão no Disney+.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio