Olaf se tornou um dos personagens favoritos dos fãs de Frozen. O que poucos sabem é um fato curioso sobre o dublador do icônico boneco de neve da Disney, Josh Gad.

Em entrevista à Georgia Slater, da People, Gad obviamente foi perguntado se ele próprio sabe fazer um boneco de neve. A resposta é surpreendente.

“Não sou muito boa nessa tarefa. Seria de se imaginar que eu saberia fazer isso, mas crescer no Sul da Flórida realmente não ajudou nessa tarefa”.


Ao menos Josh Gad não cantou a música Do You Want to Build a Snowman? (traduzida como Você Quer Brincar na Neve no Brasil), ou a situação teria sido ainda pior.

Recentemente Olaf ganhou mais um curta-metragem, Era Uma Vez Um Boneco de Neve, disponível no Disney+.

Tragédia da vida real inspirou clássicos da Disney

Frozen, A Bela e a Fera, A Pequena Sereia, Branca de Neve, Cinderella, dentre muitos outros clássicos da Disney trazem protagonistas com algo em comum: elas perderam suas mães. Essa escolha do roteiro pode estar relacionada a uma tragédia da vida real.

Primeiramente é importante ressaltar que a morte ou a simples ausência da figura materna nesses filmes muitas vezes vem dos contos originais nos quais foram baseados. A escolha de matar a mãe de certo personagem, ou jamais mostrá-la, funciona a fim de desenvolver a protagonista.

A ausência da mãe automaticamente a coloca em uma posição em que deve amadurecer por conta própria. Em essência, tais filmes são sobre isso, mostrando como uma grande adversidade faz a protagonista crescer.

Conforme matéria de Jasmine Gallup, do ScreenRant, contudo, esse ponto em comum entre as princesas pode ter sido mantido dos contos em razão de uma tragédia na vida de Walt Disney.

A mãe de Disney faleceu no início da década de 1940, logo após ter se mudado para uma casa que Walt comprou para ela e seu pai. Com isso, o produtor Don Hahn teorizou que Walt pode ter se sentido culpado pela morte da mãe.

Isso teria influenciado a morte da figura materna nos filmes da Disney, tanto como homenagem, quanto para criar um vínculo entre o criador do estúdio e os longas.

Frozen e os outros filmes da Disney estão no Disney+.