Não é o da Disney: Frozen deixa fãs de terror apavorados

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Frozen, do diretor Adam Green, é uma homenagem ao realismo no cinema, e a simplicidade de sua história e enredo o tornaram um dos filmes de terror mais assustadores da história recente. Não depende de CGI, nem de contar histórias complicadas. É uma obra-prima direta do cinema de terror que é tão inovadora quanto assustadora.

A autenticidade da história e do enredo são apoiadas pela dedicação do filme ao realismo a cada passo. Do clima aos lobos, Frozen (não confunda com a animação da Disney) é tão real quanto possível, um contraste gritante com a série Terror no Pântano do diretor.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com o diretor, o filme (que ficou conhecido como Pânico na Neve no Brasil) foi inspirado em suas memórias de infância de ir para encostas de esqui em Massachusetts. Em uma entrevista ao The Harvard Crimson, Green disse que o medo de ficar preso no teleférico nessas montanhas de esqui apenas no fim de semana é tão real quanto os outros elementos do filme.

Uma das melhores qualidades de Frozen é seu sucesso em incorporar vários medos em uma única história. Entre muitas outras coisas, existe o medo de altura, a ameaça de desmembramento e mutilação corporal, ser comido vivo e, claro, morrer de frio.

O grande número de ameaças à sobrevivência no filme é o que inspira um dos personagens a exclamar apropriadamente: “Como pode ficar pior?”

Embora o realismo e a simplicidade do filme sejam definitivamente sua principal fonte de relacionabilidade e, portanto, sua capacidade de inspirar medo, ele apresenta muitos outros elementos que sustentam o argumento de que é um dos filmes de terror modernos mais assustadores de todos os tempos. Dois desses elementos são como a história é configurada e a plausibilidade da situação.

Em primeiro lugar, os personagens manipulam o caminho para o teleférico, o que já é o suficiente para tornar muito plausível que sejam esquecidos lá em cima. Em segundo lugar, a negligência dos relutantes trabalhadores da montanha de esqui soa muito verdadeira para aqueles que trabalharam em empregos tão ingratos.

Essa plausibilidade traz o horror, o que o torna assustador no âmago.

História assustadora

A configuração de Frozen não soa verdadeira apenas para o público, mas também para os personagens, um dos quais profere aquele boato clássico da sabedoria do filme de terror “Cuidado com o que deseja”, o que eles não seguem. No entanto, um dos maiores motivos de Frozen ser um dos filmes de terror modernos mais assustadores é seu elemento mais óbvio – seu cenário.

Antes de assistir Frozen, a maioria dos espectadores provavelmente considerou o cenário único do filme – ou seja, o teleférico pendurado e cruelmente indiferente – como inócuo e mundano. Depois de assistir, no entanto, essa concepção é inevitavelmente corrigida – todo teleférico tem o potencial de se tornar uma cena horrível de medo e morte.

Em uma entrevista com o Screen Rant antes do lançamento do filme em 2010, Green expressou sua esperança de que “da próxima vez que alguém estiver em um teleférico que pare, este será o filme que virá à sua cabeça”.

Para qualquer um que viu Frozen nos 10 anos desde seu lançamento, a esperança de Green provavelmente foi realizada com grande efeito, mesmo para aqueles que não são esquiadores regulares.

Frozen é indiscutivelmente uma obra-prima moderna e seria um desafio para a maioria dos espectadores encontrar buracos reais na trama. Todos os personagens se comportam de maneira autêntica, apesar de seus muitos erros. Da mesma forma, os cineastas fizeram um trabalho incrível em manter o filme livre de qualquer desordem e elementos desnecessários.

O que parece à primeira vista um típico filme de terror sobre um fim de semana que deu errado acaba se tornando um clássico moderno no mesmo nível de Tubarão ou Cujo de Stephen King.

Além disso, apesar do tema óbvio do filme de homem versus natureza, e dado o fato de que o verdadeiro terror do filme é a falta de bom senso, o que realmente torna Frozen um dos filmes de terror modernos mais assustadores é que a destruição dos personagens acontece como resultado de suas próprias ações.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio