ALERTA DE SPOILERS

Mulher-Maravilha 1984 tem participações inesperadas na DC. A revelação foi feita pela intérprete da heroína do título, Gal Gadot.

No programa Good Day DC, a atriz comentou que o marido dela, Yaron Varsano, aparece em Mulher-Maravilha 1984. O momento é aquele de “piscou, perdeu”.

O marido pode ser reconhecido pelo público, uma vez que aparece bastante no Instagram de Gal Gadot. Já as outras participações são das filhas da atriz de Mulher-Maravilha.


Essas não devem ser reconhecidas pelos fãs da DC, uma vez que a estrela sempre esconde os rostos das meninas em fotos.

“Tenho duas filhas e as duas aparecem, a mais velha aparece com o filho da Patty Jenkins (a diretora) e a mais nova, que eu estava esperando durante as refilmagens do primeiro filme, aparece com o meu marido”, contou a famosa.

Todos estão na cena de Natal de Mulher-Maravilha 1984. O momento, como explica Gal Gadot, é simbólico para ela e para a diretora da DC.

“Esse filme é muito mais do que apenas um filme para nós, para mim e para a Patty. Ele mudou completamente a minha vida, foi muito trabalho, exigiu muita reflexão e envolveu muitas emoções, não poderia ter sido feito sem o suporte da minha família maravilhosa. A presença deles no filme os torna parte de tudo e isso significa muito para mim. Será uma lembrança maravilhosa que poderei celebrar para sempre”, declarou a famosa.

Gal Gadot está casada com Yaron desde 2008.

Mulher-Maravilha 1984 no cinema

Mulher-Maravilha 1984 é bastante aguardado na nova fase da DC. Além de Gal Gadot, Chris Pine volta para o filme como Steve Trevor.

Um dos mistérios do longa é o retorno do personagem, ainda mais que a história da heroína da DC se passa décadas depois do primeiro filme.

O filme Mulher-Maravilha 1984 trará ainda os personagens Maxwell Lord (Pedro Pascal) e Mulher-Leopardo (Kristen Wiig). Os dois devem ser os principais desafios da heroína.

A direção é de Patty Jenkins.

Mulher-Maravilha 1984, ou Mulher-Maravilha 2, está em cartaz nos cinemas brasileiros. Vale lembrar sempre que a disponibilidade deve ser verificada em cada cidade por conta das orientações contra o coronavírus (COVID-19).