Conheça a opinião polêmica que Paul Walker teve sobre Velozes e Furiosos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Paul Walker dominou a bilheteria durante grande parte do início dos anos 2000. Com aparições em The Young and the Restless e performances de sucesso em filmes do final dos anos 90, como Marcação Cerrada e Ela É Demais, ele parecia em uma trajetória para o estrelato desde cedo em sua carreira.

Logo depois, ele se tornou um nome familiar como Brian O’Conner em Velozes e Furiosos de 2001.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Walker interpretou um policial disfarçado investigando o cenário escuro das corridas de rua de Los Angeles para chegar perto do ícone do automobilismo Dominic Toretto, interpretado por Vin Diesel.

O filme foi um fenômeno instantâneo da cultura pop e gerou 7 sequências e um derivado, mas Walker repetidamente duvidou de seu envolvimento contínuo na série e considerou repetidamente deixar os filmes antes de sua morte prematura em 2013.

Não acreditava mais em sucesso

Após o filme de estreia da saga, disputas contratuais impediram o envolvimento de Diesel em Velozes + Furiosos, a segunda parte da franquia.

Paul Walker ficou feliz em aparecer, mas quando o terceiro filme chegou, Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio, nem Walker nem Diesel foram convidados a aparecer, com o estúdio querendo ir totalmente em outra direção.

Pensando que sua parte na série estava cumprida, e passando para outras atividades com a família e o trabalho de caridade, Walker ficou surpreso quando foi abordado sobre estrelar um quarto filme da série.

Ele comentou com o LA Times: “Achei que estava obsoleta. Eles estavam falando sobre meu envolvimento com o quarto, e eu pensei: ‘Você está brincando comigo? Mesmo?’”

Paul Walker continuou a relembrar: “Obviamente, fizemos o primeiro que atendeu à cultura pop e um público jovem. Mas as tendências mudam da noite para o dia com esse público. Nove anos depois, eu realmente questionei se ainda havia mais público.”

Neal Moritz não conseguiu vender o papel para Walker, mas um telefonema do velho amigo Diesel o assegurou de que esta seria a verdadeira sequência para os dois personagens, então Walker relutantemente se juntou ao projeto.

Velozes e Furiosos 9 chegará aos cinemas em maio.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio