Detalhes bizarros de Crepúsculo que você não notou quando era adolescente

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Independentemente de como você avalie a qualidade da franquia Crepúsculo, não se pode negar que a saga foi uma das maiores febres dos anos 2000, conquistando fãs no mundo inteiro e dominando as conversas.

Baseados nos livros de Stephanie Meyer, os filmes da saga Crepúsculo acompanham a história de Bella, uma jovem que se envolve em um triângulo amoroso com um vampiro e um lobisomem.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Grande parte dos fãs de Crepúsculo acompanhou a saga na adolescência – e acabou não percebendo alguns detalhes interessantes da franquia.

O site Looper listou os detalhes de Crepúsculo que você não notou quando era adolescente; confira abaixo!

A peruca de Jacob

Antes de ficar conhecido como o musculoso lobisomem de Lua Nova, Jacob era o melhor amigo de Bella – e tinha madeixas longas. Com o ator Taylor Lautner tinha cabelos curtos, a equipe de produção de Crepúsculo apostou em uma peruca.

A peruca foi motivo de zoação para fãs mais observadores! O visual não combinava nada com o personagem e a qualidade do acessório é no mínimo questionável.

Conhecidos

Crepúsculo ajudou a alavancar as carreiras de vários astros e estrelas de Hollywood. A franquia foi responsável, por exemplo, pela fama de Anna Kendrick, que após a saga conseguiu papéis em diversos filmes populares, como Scott Pilgrim e A Escolha Perfeita.

A franquia também deu um gás especial às carreiras de Bryce-Dallas Howard e Rami Malek, que aparecerem respectivamente em Eclipse e Amanhecer.

Relacionamento abusivo?

O romance de Edward e Bella era visto como o ápice da paixão por muitos adolescentes. Com o tempo, até mesmo os fãs da saga começaram a perceber que o personagem de Robert Pattinson tem atitudes bastantes problemáticas na relação.

Edward desrespeita a privacidade de Bella antes mesmo de começar a namorar a protagonista, além de desconsiderar as decisões da personagem e tratá-la como uma mocinha indefesa.

Metáfora

Você sabia que a saga Crepúsculo é uma metáfora sobre castidade ou abstinência sexual? Edward e Bella fazem sexo pela primeira vez apenas depois do casamento, e o desejo primordial por intimidade é trocado pelo desejo dos vampiros pelo sangue.

A mensagem é clara: sexo é algo perigoso que só deve ser feito por pessoas unidos em matrimônio. Como a autora Stephanie Meyer é uma devota da doutrina mórmon, os personagens da saga refletem sua opinião sobre as relações pré-maritais.

Mudanças importantes

Assim como outras franquias de sucesso em Hollywood, Crepúsculo contou com algumas mudanças no elenco no decorrer dos lançamentos. Um dos exemplos principais é Victoria, uma das mais importantes antagonistas da produção.

Nos primeiros dois filmes da saga, a vampira foi interpretada por Rachelle Lefevre, que não pôde participar de Eclipse devido à conflitos de agenda. O papel passou para Bryce-Dallas Howard, que depois ficou ainda mais conhecida com performances em Black Mirror e Jurassic World.

Participação importante

Muitos fãs não sabem, mas a autora de Crepúsculo apareceu como figurante no primeiro filme da saga!

Stephanie Meyer pode ser vista quando Bella e seu pai comem em um restaurante de Forks. A câmera mostra uma mulher sentada com um laptop, e fãs mais observadores reconheceram a figurante como a autora da saga!

A escritora aparece também como uma das convidadas do casamento de Bella e Edwards em Amanhecer Parte 1.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio