O Mundo Perdido – Jurassic Park tem um punhado de buracos no enredo, nenhum dos quais é mais confuso do que como o T-Rex matou toda a tripulação do navio enquanto ainda estava preso no porão de carga. Lançado em 1997, O Mundo Perdido – Jurassic Park foi a muito esperada sequência do diretor de Tubarão, Stephen Spielberg, do sucesso de bilheteria de 1993, Jurassic Park – Parque dos Dinossauros.

Jurassic Park – Parque dos Dinossauros teve um final bastante perfeito e foi adorado pelo público e pela crítica após o lançamento. Portanto, os fãs estavam compreensivelmente cautelosos com a perspectiva de uma sequência, embora a notícia de que Spielberg (que geralmente evitava as sequências) optou por retornar à cadeira de diretor fosse promissora.

Infelizmente, apesar de alguns cenários de cortar as unhas, O Mundo Perdido – Jurassic Park foi um episódio inconsistente e longo demais no cânone de Jurassic Park.


Felizmente, a sequência foi elevada por excelentes voltas de apoio de nomes como Pete Postlethwaite e Peter Stormare, bem como algumas grandes cenas definidas como a cena de abertura profundamente assustadora e a memorável perseguição final por San Diego. Mas é esta cena de fechamento cheia de ação estelar que apresenta o buraco de enredo mais flagrante do filme.

O T-Rex assola San Diego depois de chegar à baía de navio do arquipélago das Cinco Mortes. Ela se solta do porão de carga quando as estrelas do filme encontram a tripulação abatida a bordo, mas se o T-Rex foi confinado ao porão de carga até chegar na baía, quem – ou o quê – matou a tripulação? A resposta confundiu os fãs de cinema por décadas, com muitas teorias de O Mundo Perdido – Jurassic Park circulando on-line entre os fãs de Jurassic Park.

O consenso é que uma cena pode ter desaparecido em algum lugar entre o roteiro e a tela, seja por censura, reescrita ou edição desajeitada. Assim, a resposta real parece ser que o T-Rex não estava originalmente preso no porão de carga e matou a tripulação no processo de tentativa de prendê-lo após sua fuga inicial.

Os espectadores podem ver os destroços de uma gaiola quebrada, da qual se pode presumir que o T-Rex preparou seu caminho algum tempo depois de deixar o Sítio B, e então a suposição mais lógica é que saiu da tripulação enquanto eles tentavam prendê-lo dentro do compartimento de carga, apenas para recuar para o compartimento de carga e ficar preso lá dentro, porque provavelmente estava seguindo sua prole assustada.

Uma explicação para o buraco na trama

Isso não quer dizer que esta seja a única teoria sobre como esse cenário ocorreu, no entanto, já que há uma grande variedade de pensamentos de fãs sobre como tudo isso poderia ter acontecido, variando de totalmente plausível a totalmente impossível. Alguns fãs pensam que a tripulação visitou o porão de carga um por um para ser apanhada pelo T-Rex, e outros pensam que o capitão deixou suas mãos no volante antes de verificar o faminto T-Rex.

Sugestões mais sensatas dos espectadores de Jurassic Park incluem uma sequência cortada onde raptores furiosos matam a tripulação. Mas essa resposta apenas equivale a jogar a sujeira para baixo do tapete, pois o buraco na trama então se torna “então, para onde foram os raptores?”, fazendo a teoria de que o T-Rex matou a tripulação e, em seguida, foi preso a versão mais provável dos eventos.

É uma explicação relativamente simples para esse infame buraco na trama que garante que O Mundo Perdido – Jurassic Park faça sentido novamente – pelo menos até que os espectadores comecem a se perguntar como o navio se dirigiu para a costa sem uma tripulação, ou como o enorme T-Rex conseguiu colocar sua cabeça colossal dentro da pequena sala em que a mão decepada do capitão foi encontrada.

No Brasil, O Mundo Perdido – Jurassic Park está agora disponível no Amazon Prime Video.