Estrela sumida de 50 Tons de Cinza promete grande retorno ao cinema

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rita Ora indicou que ela estará voltando seu foco para atuar mais no futuro.

Seguindo suas passagens na trilogia 50 Tons de Cinza e Velozes e Furiosos 6, a cantora de For You apareceu na telinha no novo filme Twist, que foi lançado no Sky Cinema no Reino Unido.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No filme, uma versão moderna do icônico romance de Charles Dickens, ela interpreta a vigarista Dodge – também conhecida como Artful Dodger -, estrelando ao lado de Rafferty Law, Michael Caine, Lena Headey e Sophie Simnett.

E, conversando com o Metro UK antes da estreia do filme, ela confessou que gostaria de trabalhar mais na frente das câmeras.

“Eu adoraria. Sim, você sabe que estou… Há muitas coisas acontecendo na Austrália no momento”, disse ela.

“Na verdade, estou indo, estou voando para lá neste fim de semana para filmar o Voice Australia e há muitas outras coisas acontecendo lá. Eu realmente não quero revelar muito, mas definitivamente está pipocando.”

Maior foco na atuação

“Então vamos torcer e rezar para que tudo faça sentido.”

A estrela de 50 Tons de Cinza ganhou as manchetes recentemente devido à sua celebração de aniversário de violação de regras em novembro – quando ela comemorou fazer 30 anos no restaurante Casa Cruz, em Notting Hill.

Apesar das rígidas restrições do governo que proíbem reuniões internas durante a pandemia de coronavírus, ela foi acompanhada por amigos, incluindo Cara Delevingne e sua irmã Poppy, para comemorar durante o dia, e mais tarde se desculpou por quebrar as regras.

Atualmente, há uma revisão em andamento para decidir se a licença do restaurante deve ser revogada para permitir que a festa vá em frente.

Nova versão do clássico

No meio disso, Rita está promovendo seu mais recente papel como vigarista Dodge no filme da Sky Original, Twist.

Longe do conto clássico de Charles Dickens que vimos inúmeras vezes antes, Twist foi adaptado para um filme de assalto, com Martin Owen dirigindo o projeto.

Em vez de um menino órfão implorando por outra tigela de mingau, Oliver de Rafferty é um artista de rua cujo encontro com uma equipe de vigaristas o leva a mergulhar em um mundo subterrâneo de crime.

A estrela de 50 Tons de Cinza não pôde deixar de se entusiasmar com o papel, que é diferente de tudo que ela embarcou em sua carreira.

“Eu adorei interpretar Dodge. Eu sou um pouco moleca de qualquer maneira, naturalmente, e então, se eu fosse capaz de interpretar uma moleca, e ainda por cima, realmente tomar uma posição”, ela continuou.

“Eu conscientemente estava tipo: ‘Certo, vou fazer isso do meu jeito, por causa da troca de gênero.’ Isso me deu muita habilidade para mudar, e o diretor e os escritores me apoiaram muito.”

“Na verdade, me levou de volta às minhas raízes. Eu cresci em um distrito municipal, sempre fui a garota que brincava nas ruas e pensava: ‘Tenho que ir para casa agora, minha mãe fez o jantar!’”

“Usei todo o meu crescimento e aproveitei ao máximo, no sentido de criar a família e um ambiente central, porque você aprende tudo nesses anos de sua vida.”

“Então eu usei isso e realmente me ajudou. Foi realmente muito divertido.”

Sophie Simnett, que estrela como sua colega vigarista – e o interesse amoroso de Rafferty -, concordou que o aspecto da mudança de gênero no filme foi o que a atraiu.

Bem como o elenco épico e repleto de estrelas, é claro.

“O que me atraiu originalmente era, com certeza, o elenco, e ter crescido com Oliver Twist em nosso VHS”, ela contou.

“Adoro filmes musicais e a minha mãe costumava ter o vinil do original e ela sempre o tocava.”

“De certa forma, foi a trilha sonora da minha infância.”

“Nós nos divertimos muito no set, honestamente. Nós nos divertimos muito dentro e fora da tela, e particularmente a mudança de gênero, e a consciência da sexualidade nela, e da cultura de Londres e também apenas a oportunidade de filmar em Londres.”

Sophie acrescentou: “Adoro assistir filmes e ficar tipo: ‘Essa é a minha estrada ou sei onde fica!’ Twist realmente envolve tudo, então isso pode ser feito.”

Twist, um filme da Sky Original, foi lançado no Sky Cinema no Reino Unido. Ainda não se sabe se o longa-metragem terá distribuição no Brasil.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio