Frozen ajuda a resolver caso de misteriosas mortes de 62 anos atrás

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Frozen, da Disney, ajudou um grupo de pesquisadores a resolverem o mistério por trás do Incidente do Passo Dyatlov, 62 anos depois do ocorrido

No incidente morreram nove pessoas – um instrutor e sete estudantes – em circunstâncias misteriosas nos montes Urais. O caso foi reaberto em 2019 e em 2020 a Rússia concluiu que eles morreram por conta de uma avalanche.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O problema é que os ferimentos eram graves demais para, aparentemente, terem sido causados por avalanche.

Dois cientistas, então, Johan Gaume e Alexander Puzrin, decidiram investigar o caso.

No meio da pesquisa, eles usaram a tecnologia empregada em Frozen – que havia deixado Gaume pela maneira precisa como o movimento da neve foi retratado. Gaume é especialista em avalanches.

Gaume modificou o código da animação de Frozen para criar uma simulação que correspondesse ao ocorrido nos montes Urais em 1959. Ele também usou testes conduzidos pela GM em 1970 para testar cintos de segurança.

No fim, ele concluiu que, de fato, uma avalanche causou a morte dos acidentes. Frozen realmente ajudou a resolver um mistério.

Filmes da Disney têm a mesma tragédia; veja por quê

Frozen, A Bela e a Fera, A Pequena Sereia, Branca de Neve, Cinderella, dentre muitos outros clássicos da Disney trazem protagonistas com algo em comum: elas perderam suas mães. Essa escolha do roteiro pode estar relacionada a uma tragédia da vida real.

Primeiramente é importante ressaltar que a morte ou a simples ausência da figura materna nesses filmes muitas vezes vem dos contos originais nos quais foram baseados. A escolha de matar a mãe de certo personagem, ou jamais mostrá-la, funciona a fim de desenvolver a protagonista.

A ausência da mãe automaticamente a coloca em uma posição em que deve amadurecer por conta própria. Em essência, tais filmes são sobre isso, mostrando como uma grande adversidade faz a protagonista crescer.

Conforme matéria de Jasmine Gallup, do ScreenRant, contudo, esse ponto em comum entre as princesas pode ter sido mantido dos contos em razão de uma tragédia na vida de Walt Disney.

A mãe de Disney faleceu no início da década de 1940, logo após ter se mudado para uma casa que Walt comprou para ela e seu pai. Com isso, o produtor Don Hahn teorizou que Walt pode ter se sentido culpado pela morte da mãe.

Isso teria influenciado a morte da figura materna nos filmes da Disney, tanto como homenagem, quanto para criar um vínculo entre o criador do estúdio e os longas.

As animações da Disney estão disponíveis no Disney+.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio