Johnny Depp revela beijo “incrivelmente estranho” em Piratas do Caribe

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A franquia Piratas do Caribe é um dos projetos de maior sucesso da Disney, atraindo bilhões de dólares de bilheteria global e uma base de fãs profundamente leal.

Começando com Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra de 2003, os filmes seguiram principalmente o Capitão Jack Sparrow, Will Turner e Elizabeth Swann enquanto eles embarcam em viagens com uma espécie de triângulo amoroso se desenvolvendo entre eles.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em uma entrevista anterior, Johnny Depp (Capitão Jack Sparrow) falou sobre suas experiências no set.

Quando questionado especificamente sobre sua cena de beijo com Keira Knightley (Swann), Depp confessou que foi “inacreditavelmente estranho” para ele. Aqui está o motivo.

Estranho beijo

Antes do lançamento de Piratas do Caribe: O Baú da Morte, a TMZ conversou com Depp para questioná-lo sobre o filme.

Falando sobre cenas de amor, Johnny Depp admitiu que é sempre desconfortável beijar outra atriz. Mas ele disse que seu beijo com Knightley foi ainda mais forte porque ele a conhecia desde que ela era adolescente.

“Qualquer tipo de cena como essa, sempre que você está fazendo esse tipo de coisa, é sempre incrivelmente estranho, especialmente por ter conhecido Keira quando ela tinha 17 anos”, disse ele ao site.

Knightley tinha 17 anos quando apareceu no primeiro filme.

“Mas, independentemente disso, é sempre estranho, então você meio que está fazendo pouco caso; ela era uma boa esportista e nós meio que fizemos o que tínhamos que fazer, esse é o trabalho”, ele continuou.

No Brasil, os filmes de Piratas do Caribe, com Johnny Depp, estão agora disponíveis no Disney+.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio