No final de janeiro, a Netflix anunciou a estreia de Tim Maia! A plataforma disponibilizou o filme nacional no dia 4 de fevereiro. Lançado em 30 de outubro de 2014, o filme acompanhou a trajetória de um dos ícones mais importantes da música nacional, abordando suas inspirações artísticas, polêmicas e sucessos.

Babu Santana deu um show como o intérprete de Tim Maia! O ator foi extremamente elogiado por público e crítica, e tem até hoje sua imagem associada à do cantor.

O filme Tim Maia é baseado no livro Vale Tudo – O Som e a Fúria de Tim Maia, escrito por Nelson Motta. A obra já havia sido transformada em um musical de teatro, também bastante elogiado pela crítica especializada.


O que muitos fãs não sabem é o que a cinebiografia causou uma grande polêmica envolvendo o cantor Roberto Carlos e a Rede Globo.

Confira abaixo tudo sobre essa história!

Polêmica na Globo

Após fazer grande sucesso nos cinemas brasileiros, o filme de Tim Maia foi transformado em um docudrama e exibido pela Rede Globo.

O filme foi ao ar como uma minissérie, misturando cenas do longa com depoimentos e relatos de músicos famosos e amigos de Tim.

Algumas partes do longa foram cortadas para a transmissão em rede nacional – e foram exatamente esses cortes que causaram a maior polêmica.

Segundo Paulo César de Araújo, autor do livro biográfico “Roberto Carlos em Datalhes”, o corte das cenas se estabeleceu como um dos momentos mais constrangedores da trajetória da Rede Globo, “desde o debate presidencial entre Lula e Collor em 1989”.

O filme de Tim Maia abordava alguns dos momentos mais polêmicos da carreira do cantor, incluindo sua briga com Roberto Carlos. A minissérie exibida pela Globo, no entanto, preferiu ocultar os desentendimentos dos músicos.

Tim Maia e Roberto Carlos já foram grandes amigos. Os cantores fizeram parte da banda The Sputniks, que chegou ao fim quando Roberto Carlos decidiu seguir carreira solo.

Com a dissolução da banda, Tim se mudou para os Estados Unidos. O cantor não conseguiu se estabelecer na indústria musical do país, retornando ao Brasil em 1964.

Na época, Tim Maia teria procurado a ajuda de Roberto Carlos, que tinha um programa na Record. O cantor da jovem guarda, no entanto, não deu nenhum auxílio ao amigo de adolescência.

Tim Maia teria sofrido um dos momentos mais humilhantes de sua vida ao procurar Roberto no intervalo de seu programa de TV.

Ao avistar o ex-colega nos bastidores, Roberto Carlos teria o ignorado e usado de extrema soberba, ordenando um funcionário “dar dinheiro ao Tião”.

Deixando a situação ainda mais tensa, o funcionário teria amassado a nota de dinheiro e a entregado como uma bolinha para Tim Maia.

O momento desconfortável foi cortado pela Rede Globo durante a transmissão da série Tim Maia: Vale o que Vier.

Ao invés do momento, a Globo passou um depoimento do próprio Roberto Carlos elogiando a carreira de Tim Maia.

Não se sabe se o corte ocorreu devido à próxima relação de Roberto Carlos com a emissora ou por motivos mais simples.

A versão completa e sem censura de Tim Maia está disponível na Netflix.