James Bond, o 007, é um péssimo espião; teoria comprova isso

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

James Bond é o espião mais famoso do mundo, tanto para os espectadores, quanto dentro da história dos filmes do 007, o que não é um grande elogio, considerando que ele deveria permanecer incógnito nas suas missões. Uma teoria aponta que ele é um péssimo espião de propósito.

Conforme matéria de Ian Sandwell, do Digital Spy, a teoria aponta que James Bond basicamente é usado como distração para que outros agentes, esses sim secretos, do MI6 façam seus trabalhos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em essência, Bond seria um agente descartável, que chega atirando, atraindo a atenção dos vilões, enquanto agentes infiltrados soltam informações para a MI6 e matam os bandidos na surdina.

Mas por que James Bond não morre se ele é descartável? Essa é outra parte da teoria, que diz que ele é tão destruidor em suas ações que acaba servindo como tática para assustar os inimigos.

Dessa forma, o MI6 ajuda James Bond a sobreviver (com os agentes infiltrados), enquanto ele aterroriza os vilões.

Henry Cavill nunca será James Bond, aponta especialista

Após 007: Sem Tempo Para Morrer, Daniel Craig deixa o icônico papel de agente 007. Com isso, uma famosa aposta se inicia em Hollywood.

Quem vai substituir Daniel Craig no papel de James Bond?

Os fãs têm algumas sugestões. Entre elas, a de Henry Cavill. O ator é famoso por ser o Superman e por ser o Geralt de The Witcher.

Além disso, esteve em Missão Impossível. Motivos não faltam para Henry Cavill ser o novo 007.

Porém, um especialista no assunto acredita que o ator nunca terá o papel. Ian Kinane, editor do jornal internacional dos estudos sobre James Bond, afirmou ao Express que Henry Cavill é “muito famoso” para ser o 007.

Pelo mesmo motivo, o especialista ainda descartou outros dois nomes favoritos dos fãs: Tom Hardy, de Venom, e Idris Elba, de Thor. Para Kinane, o nome escolhido não será tão desconhecido, mas também não será o de uma estrela consolidada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio