Netflix ganha concorrência da Amazon em disputa de melhor roteiro do cinema

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Associação de Escritores da América anunciou (via Hollywood Reporter) seus indicados nas categorias de roteiro original, adaptado e documentário para o WGA Awards 2021.

Os indicados em roteiro original são Judas e o Messias Negro, Palm Springs, Bela Vingança, O Som do Silêncio e Os 7 de Chicago.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dirigido por Shaka King, Judas e o Messias Negro centra-se no líder do Partido dos Panteras Negras, Fred Hampton, e conta sobre sua traição por um informante do FBI.

O filme é estrelado por Daniel Kaluuya e Lakeith Stanfield e, como acontece com toda a lista de filmes da Warner Bros. de 2021, estreou no HBO Max e nos cinemas ao mesmo tempo nos Estados Unidos. O filme já é um destaque nesta temporada de prêmios, com Kaluuya recebendo indicações ao Globo de Ouro e ao SAG Awards.

Palm Springs tem sido o queridinho do gênero desde que estreou nos Estados Unidos em julho no Hulu, que adquiriu o título depois que o filme estreou no Festival Sundance de Cinema. A comédia, apresentando Andy Samberg como um homem preso em um loop temporal, foi indicada ao Globo de Ouro de Melhor Filme de Comédia ou Musical.

Emerald Fennell não apenas escreveu Bela Vingança, mas dirigiu a comédia negra e a produziu junto com Margot Robbie e sua Luckychap Entertainment.

O filme é estrelado por Carey Mulligan como uma mulher que busca vingança pela vida destruída de sua melhor amiga, vítima de um estupro. Estreou no Festival Sundance de Cinema em janeiro de 2020 e foi lançado nos Estados Unidos pela Focus em dezembro.

O Som do Silêncio já vem chamando atenção nesta temporada de premiações com a atuação de Riz Ahmed como um baterista que perde a audição. O drama estreou originalmente no Festival de Cinema de Toronto em 2019 e foi comprado pela Amazon, que lançou o longa-metragem em dezembro.

Os indicados como melhor roteiro adaptado são Borat: Fita de Cinema Seguinte, A Voz Suprema do Blues, Relatos do Mundo, Uma Noite em Miami e O Tigre Branco.

Borat: Fita de Cinema Seguinte foi lançado pela Amazon em outubro e mostra Sacha Baron Cohen reprisando seu papel como o jornalista do Cazaquistão de seu filme de 2006, que foi uma sensação da cultura pop e de bilheteria na época.

Cohen e parte de sua equipe conseguiram uma indicação ao WGA para o filme anterior e agora se encontram na disputa novamente.

Os indicados como melhor roteiro de documentário são Até o Fim: A Luta Pela Democracia, The Dissident, Herb Alpert Is, Red Penguins e Totally Under Control.

Nenhum dos indicados a melhor roteiro de documentário do WGA, exceto Até o Fim: A Luta Pela Democracia, foi incluído na lista de finalistas de melhor documentário do Oscar, revelada recentemente.

Amazon e Netflix em destaque

A Amazon recebeu quatro indicações, com a Netflix recebendo três indicações. A Universal Pictures é a única outra distribuidora com múltiplas indicações, graças a Relatos do Mundo e Red Penguins (vale lembrar, no entanto, que no Brasil, o primeiro filme foi lançado pela Netflix).

Muitos filmes aclamados que devem concorrer às indicações ao Oscar – como Nomadland, Mank, Meu Pai e Minari – não foram elegíveis para indicações ao prêmio WGA devido aos regulamentos da associação.

A associação, em 3 de fevereiro, já tinha revelado seus indicados nas categorias de televisão, novas mídias, notícias, rádio/áudio e redação promocional.

O 73º Prêmio da Associação de Escritores da América está marcado para março.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio