Candidato se veste de Coringa para eleições; veja

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Coringa de Joaquin Phoenix continua fazendo sucesso e sendo lembrado. Dessa vez, a forma inusitada como aconteceu virou notícia ao redor do mundo.

Um candidato a governador no Japão decidiu se caracterizar como o personagem. Yuusuke Kawai está concorrendo pela região de Chiba e decidiu se vestir como o vilão da DC para chamar atenção.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O candidato, que é chefe de uma agência de empregos temporários no Japão, contou ao Tokyo Sports que a estratégia é realmente chamar atenção. Kawai quis virar notícia.

“Desde que o palhaço é uma espécie de herói sombrio, tive a impressão de que podia ganhar a massa popular. Eu vou tentar ganhar as risadas. Mesmo que eu falasse como eu, não se tornaria notícia”, admitiu o candidato japonês.

O visual de Coringa pode ser conferido em vídeos feitos pelo candidato. Kawai ainda tem algumas propostas um tanto diferentes.

Entre elas, colocar Let It Go, de Frozen, como tema oficial de Chiba. Outra ideia é passar a chamar o aeroporto da região de Disney Sky.

Confira abaixo Kawai vestido como o Coringa de Joaquin Phoenix.

Quentin Tarantino detona Coringa

Coringa foi bastante elogiado e rendeu o Oscar de Melhor Ator a Joaquin Phoenix, mas Quentin Tarantino parece não ter apreciado muito o filme.

Em conversa com Edgar Wright, no podcast da Empire, o diretor de Pulp Fiction falou sobre como o filme basicamente copia o clássico Taxi Driver, de Martin Scorsese.

“Vivemos com isso agora? Pegamos grandes filmes dos anos 1970 e os refazemos como artefatos da cultura pop? Taxi Driver como Coringa, Apocalypse Now como Ad Astra, tudo é algum artefato estranho da cultura pop, uma versão de um filme desafiador de outra época?”, disse Tarantino.

O diretor de Bastardos Inglórios, contudo, parece apreciar especificamente uma cena de Coringa.

“A cena do talk show, sentimos toda a atmosfera no cinema mudar. É subversão em um nível gigantesco, e o mais profundo é isso: não é só suspense, não é somente empolgante, o diretor subverte a audiência porque o Coringa é um maluco”.

“O personagem de Robert De Niro não é um vilão de filme. Ele parece ser um c*zão, mas ele não é mais c*zão do que David Letterman. Ele é só um comediante c*zão, um apresentador de talk show. Ele não é vilão de cinema. Ele não merece morrer”, continuou Tarantino.

“Ainda assim, a audiência assiste Coringa e eles querem que ele mate Robert De Niro; eles querem que ele pegue aquela arma, aponte para o olho dele e estoure a p*rra da cabeça dele. E se o Coringa não tivesse matado? A audiência ficaria irritada. Isso é uma gigantesca subversão. Eles fizeram a audiência pensar como um lunático do caralh*”, disse Quentin Tarantino.

Coringa, com Joaquin Phoenix, está na HBO Go.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio