Coringa não pode aparecer com o Batman de Robert Pattinson; veja o motivo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Caso Batman leve a uma nova franquia de filmes, os produtores seriam sábios se excluíssem o Coringa ou apenas lhe dessem um pequeno papel, e aqui está o porquê. Em 2022, a Warner Bros. e a DC lançarão sua mais recente reinvenção cinematográfica de Batman, o protetor de Gotham City.

Robert Pattinson, antes mais conhecido por Crepúsculo, mas agora um aclamado ator dramático, assumirá o papel de Batman, interpretando uma versão mais jovem de Bruce Wayne que está no início de sua carreira como combatente do crime.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Como o filme original do Coringa, estrelado por Joaquin Phoenix e dirigido por Todd Phillips, Batman, do diretor Matt Reeves, é definido para ser uma parte independente no cânone dos filmes da DC, pelo menos no sentido de que não está conectado à continuidade estabelecida do DCEU.

No entanto, se a visão decididamente intensa e sombria de Pattinson sobre Batman/Bruce Wayne se provar popular entre os fãs, pode-se apostar que a Warner Bros. não hesitará em tentar capitalizar isso com uma ou mais sequências de Batman.

Batman está seguindo o caminho um tanto arriscado de apresentar vários vilões, incluindo Pinguim, Charada, Mulher-Gato e Carmine Falcone. Essa estratégia funcionou bem para filmes como Batman Begins, mas ajudou a afundar produções como Homem-Aranha 3.

Um vilão do Batman que não foi incluído é o Coringa e, por mais popular que ele seja, é o melhor. Na verdade, segundo Michael Kennedy, do Screen Rant, Batman deve fazer questão de não apresentar o Palhaço do Crime.

Uma pausa para o vilão – por enquanto

Sem dúvida, o Coringa é o adversário mais perigoso do Batman e seu arqui-inimigo característico, bem como um grande personagem por si só. Isso foi provado quando ele foi capaz de levar seu próprio filme de sucesso em 2019.

No entanto, essa é precisamente a razão pela qual o vilão provavelmente poderia fazer uma pausa, e a franquia separada de Batman é a oportunidade perfeita para isso.

Quando o Coringa está envolvido com um projeto, muitas vezes o foco passa a ser ele, às vezes mais do que o próprio Batman. Por exemplo, veja todo o fervor em torno do retorno do Coringa de Jared Leto em Liga da Justiça de Zack Snyder, apesar de ele ter sido definido para aparecer apenas por uma pequena parte do filme.

Quando filmes de animação para cinema são incluídos, o Coringa foi o único vilão ou teve um papel central em oito filmes da DC, que em breve serão nove, com o Snyder Cut.

Esses números atrapalham as aparições em filmes de vilões igualmente conhecidos, mas não tão frequentemente usados, como o Charada, o Pinguim, Duas-Caras e Senhor Frio, e isso não inclui nem mesmo vilões terrivelmente esquecidos de Gotham como Cara de Barro, Solomon Grundy, Silêncio e Crocodilo na mistura.

Além do já filmado Snyder Cut e uma possível sequência do filme de Joaquin Phoenix, não há nenhuma razão real para que o Coringa não possa entrar em hiato por um tempo.

Os fãs não se esquecerão dele, mas as oportunidades de holofotes, enquanto ele não domina a cena em Batman e suas possíveis sequências, que são proporcionadas a outros membros da galeria dos vilões do Batman não têm preço. Batman está dando um bom primeiro passo ao não incluí-lo, e isso deve permanecer pelo menos por um bom tempo.

Batman, com Robert Pattinson, chegará aos cinemas em março de 2022.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio