O Exterminador do Futuro obriga DC a mudar famoso personagem

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando os fãs da cultura pop pensam em O Exterminador do Futuro, a primeira coisa que vem à mente é a franquia clássica de ficção científica estrelada por Arnold Schwarzenegger de James Cameron.

No entanto, antes do filme estrear, a DC Comics tinha seu próprio Exterminador, Deathstroke. Mas, depois de perceber que os leitores ficariam muito confusos com “Deathstroke, o Exterminador”, eles optaram por retirar suavemente o apelido nos Estados Unidos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Slade Wilson, também conhecido como Deathstroke apareceu pela primeira vez em Os Novos Jovens Titãs #2 e foi co-criado pelas lendas dos quadrinhos Marv Wolfman e Goerge Perez.

O assassino foi em grande parte um vilão dos Jovens Titãs, enquanto fazia o papel de um anti-herói em histórias mais recentes. Quando ele foi apresentado pela primeira vez em 1980, ele era conhecido como “Deathstroke, o Exterminador”.

Mas, após o sucesso de O Exterminador do Futuro e sua sequência, que estrelaram Schwarzenegger como um ciborgue assassino enviado de volta no tempo para matar Sarah Connor, cujo futuro filho lidera a resistência em um futuro sombrio contra a I.A. da Skynet, a DC decidiu silenciosamente parar de usar o nome, apesar do fato de Slade ser regularmente referido como o Exterminador nos quadrinhos até aquele ponto.

O primeiro filme de O Exterminador do Futuro, estrelado por Arnold Schwarzenegger, Michel Biehn, Linda Hamilton e Paul Winfield, foi um grande sucesso quando estreou nos cinemas, pois arrecadou mais de 10 vezes seu orçamento de US$ 6,4 milhões e gerou várias sequências, incluindo o aclamado pela crítica O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final, que muitas vezes é considerado um dos melhores filmes de ficção científica de todos os tempos.

Com todo o sucesso que O Exterminador do Futuro e suas sequências receberam, a DC sabia que era melhor deixar o nome originalmente dado a Deathstroke.

Mudança no nome

Três anos após O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final consolidar a franquia como uma das maiores de todos os tempos, a série em andamento de Deathstroke foi alterada de “Deathstroke: O Exterminador” para “Deathstroke: O Caçado”. Sua próxima série depois disso seria simplesmente chamada de Deathstroke.

Ser chamado de Exterminador nunca foi totalmente retirado das páginas dos quadrinhos, já que era usado muito ocasionalmente como um apelido, mas de meados dos anos 90 em diante, Deathstroke, o Exterminador ficou conhecido apenas como Deathstroke.

A franquia O Exterminador do Futuro pode ter pressionado a DC Comics para ter que ajustar o nome de Slade para que os leitores não se confundissem entre as duas franquias, mas Deathstroke continua a ser um grande nome que é instantaneamente reconhecível até hoje – não foi uma grande perda.

Uma curiosidade, no entanto: tudo isso só valeu para os Estados Unidos. No Brasil, “Exterminador” não veio apenas como um apelido para Deathstroke. Seu nome realmente foi traduzido dessa forma, o que se mantém até hoje.

No Brasil, O Exterminador do Futuro e O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final estão agora disponíveis no Amazon Prime Video.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio