Serial killer que inspira Horror em Amityville morre aos 69 anos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ronald DeFeo Jr., o serial killer que inspirou Horror em Amityville, morreu na cadeia. Aos 69 anos, ele foi declarado morto no dia 12 de março de 2021.

DeFeo estava cumprindo pena de 25 anos a prisão perpétua na Sullivan Correctional Facility, em Fallsburg, Nova York.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo informações de Daniel S. Levine, do PopCulture, as autoridades não revelaram por que DeFeo foi hospitalizado. A causa da morte ainda está sendo determinada pelo médico legista de Albany County.

Ronald DeFeo foi preso por ter matado seus pais, duas irmãs e dois irmãos na sua casa em Amityville, Long Island, em 13 de novembro de 1974. Ele tinha 23 anos quando cometeu o crime que inspirou Horror em Amityville.

Ele declarou insanidade durante seu julgamento, dizendo ter escutado vozes falando para ele cometer os assassinatos.

De tragédia a ícone do terror

Os assassinatos inspiraram o livro Horror em Amityville (ou simplesmente Amityville, dependendo da tradução), de Jay Anson, publicado em 1977.

Em 1979, uma adaptação cinematográfica, estrelada por James Brolin, Margot Kidder e Rod Steiger foi lançada, gerando inúmeras continuações posteriormente.

Em 2005, o filme ganhou um remake, estrelado por Ryan Reynolds e Melissa George.

A casa de DeFeo ainda existe e foi colocada à venda, em 2016, por US$ 850 mil.

Em 1992, Ronald DeFeo pediu por outro julgamento, dizendo que sua irmã, de 18 anos na época, matou seus pais, irmãos e irmã mais velha antes dele atirar nela. A tentativa de conseguir outro julgamento não deu certo.

Já em 1999, ele disse às autoridades que “amava muito” a família e que ele acabou se casando na cadeia.

Amityville: O Despertar, uma das continuações de Horror em Amityville, está disponível na Netflix. O longa-metragem é estrelado por McKenna Grace e Bella Thorne.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio