Sylvester Stallone revela qual é o pior filme de Rocky: “Nota zero”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rocky é uma das grandes franquia de Sylvester Stallone. O astro foi lançado em Hollywood com o filme sobre o boxeador, escrito por ele mesmo.

Ao longo das décadas, o ator deu uma vida e um universo para história. Desde o primeiro Rocky, o personagem ganhou outros cinco filmes e um derivado, Creed – que já tem dois longas e um terceiro confirmado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Porém, Sylvester Stallone não é tão orgulhoso assim de todos os filmes. Os fãs podem ter a opinião de qual é o pior – bem como o astro.

Em 2008, no programa Friday Night with Johnathan Ross, Sylvester Stallone foi convidado a elencar os filmes clássicos de Rocky, com notas até 10 pontos.

Entre os cinco primeiros filmes, o longa número um ganhou nota máxima da estrela. Mas, o quinto longa decepciona Sylvester Stallone até hoje.

“Nota zero. Definitivamente não estava lá. Por isso que não quis que fosse o último”, declarou Sylvester Stallone, lembrando o motivo de ter feito Rocky Balboa em 2006.

Depois, para os outros, o astro deu nota nove para Rocky 3 e 7,5 tanto para Rocky 2 quanto para Rocky 4.

Filme teria destino trágico

Rocky 5 poderia ser pior. Em certo ponto, Sylvester Stallone considerou matar o personagem.

Na trama, Rocky Balboa perde tudo após um golpe. O famoso boxeador volta a morar no velho bairro dele com toda família.

Não podendo voltar a lutar por uma condição médica, Rocky encontra um aprendiz. Acontece que o aluno dele se torna uma sensação e a fama sobe à cabeça.

Rocky 5 acaba com uma briga de rua entre o boxeador de Sylvester Stallone e o então aluno dele, Tommy Gunn. Originalmente, o filme não acabaria bem para a icônica figura.

A ideia era encerrar a trajetória de Rocky com o quinto filme. Após a briga com Tommy, o boxeador morreria por conta dos ferimentos.

Sylvester Stallone até teria imaginado o momento. Rocky se despediria com Adrian, o amor da vida dele, ao lado.

O astro teria até chorado enquanto escrevia a despedida do boxeador. A ideia foi mantida até o começo das filmagens.

O motivo para a mudança partiu de um dos chefes do estúdio United Artists. Essa pessoa entrou em contato com o diretor John G. Avildsen e afirmou que Rocky não poderia morrer por ser um personagem icônico e amado.

No fim, Sylvester Stallone teve a mesma conclusão. A decisão se mostrou ótima, uma vez que o sexto filme da franquia foi bastante elogiado e os derivados de Creed são amados pelos fãs.

Os filmes de Rocky, com Sylvester Stallone, estão na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio