Atriz de Game of Thrones está em filme de suspense chocante na Netflix

Saiba tudo sobre a trama de Crime e Desejo, com Emilia Clarke

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De 2011 a 2019, Game of Thrones se estabeleceu como a série mais famosa e assistida do mundo. A produção da HBO mudou a cara do cenário televisivo e abriu as portas para ainda mais projetos épicos em plataformas como a Netflix.

O final da série dividiu a opinião dos fãs, principalmente pelo encerramento antecipado de tramas que ainda poderiam ser bem melhor desenvolvidas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após a polêmica conclusão da saga, uma das estrelas da produção protagonizou um chocante filme de suspense, baseado em uma história real.

Confira abaixo tudo sobre a trama de Crime e Desejo e suas inspirações reais!

A história chocante de Crime e Desejo

Lançado originalmente em 2019, Crime e Desejo foi disponibilizado internacionalmente pela Netflix – e fez o maior sucesso com o público brasileiro.

O thriller acompanha a história real de Mark Putnam, um agente do FBI que, em 1989, matou uma informante com quem vivia um affair.

O filme traz Emilia Clarke, a Daenerys de Game of Thrones, como Susan Smith, a informante assassinada por Putnam. O protagonista da história real é vivido por Jack Huston, conhecido por performances em O Irlandês e Boardwalk Empire.

Mark Putnam foi o primeiro agente do FBI condenado por assassinado na história da organização. Crime e Desejo é baseado no livro de Joe Sharkey, que contou a trajetória do criminoso com o título “Above Suspicion” (Acima de Suspeitas), que também é o nome original do longa.

Putnam havia acabado de concluir seu primeiro caso na Academia do FBI quando foi escolhido para trabalhar em uma investigação na pequena cidade de Pikeville, junto com a esposa Kathy.

Na cidade, o agente especial conheceu Susan Smith, e meses depois, começou um affair com a informante. Putnam foi transferido para Miami no início de 1989, mesma época em que Susan informou estar grávida do amante.

Ao retornar para a cidade para “conversar” com Susan, Putnam acusa a amante de tentar prejudicar sua carreira e casamento. Após uma longa discussão com a informante, Putnam decide dar cabo de sua vida, e enforca Smith até a morte.

O corpo da informante do FBI acaba encontrado no outro dia, no fundo de uma ravina.

Na época, a polícia demorou muito para desconfiar de Putnam, voltando as atenções para criminosos da cidade traficantes de drogas.

Meses depois, a investigação passou finalmente a focar em Putnam, que admitiu o crime e mostrou aos investigadores a localização do corpo.

No julgamento, Mark Putnam se declarou culpado do assassinato de Susan Smith e foi condenado a 16 anos de prisão. O ex-agente do FBI serviu apenas 10 anos da sentença e foi libertado por bom comportamento em 2000.

O filme Crime e Desejo não agradou muito a crítica especializada. Até hoje, o longa conta com apenas 40% de aprovação no site Rotten Tomatoes.

Crime e Desejo está disponível na Netflix! Confira o trailer abaixo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio