Autora de 50 Tons de Cinza divulga cartaz da nova sequência; veja

50 Tons de Liberdade é recontado sob ponto de vista de Christian Grey

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A autora de 50 Tons de Cinza, E.L. James, compartilhou uma imagem da capa do seu novo livro, Freed. A obra reconta os eventos de 50 Tons de Liberdade sob o ponto de vista de Christian Grey.

A capa mostra os dedos de Christian Grey, com uma aliança no anelar, representando o casamento com Anastasia Steele. Além disso, a autora trouxe uma descrição do novo romance por meio da legenda no Instagram.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Tenho o prazer de compartilhar com vocês a capa de Freed: Cinquenta Tons de Liberdade contado por Christian”, começa a legenda da foto.

“Você está cordialmente convidado para o casamento da década, quando Christian Grey fará de Anastasia Steele sua esposa. Mas ele é realmente material para marido? Seu pai não tem certeza, seu irmão quer organizar uma festa de despedida de solteiro e sua noiva não jura obediência”, continua a descrição.

A descrição do livro continua, contando um pouco sobre os desafios que serão enfrentados pelo casal nesse novo romance da franquia 50 Tons de Cinza.

“E o casamento traz seus próprios desafios. A paixão de um pelo outro está mais quente e mais profunda do que nunca, mas o espírito desafiador de Ana continua a despertar os medos mais sombrios de Christian e testa sua necessidade de controle. Como velhas rivalidades e ressentimentos põem ambos em perigo, um erro de julgamento ameaça separá-los”.

“Pode Christian finalmente superar os pesadelos de sua infância e os tormentos de sua juventude e salvar a si mesmo? E uma vez que ele descobriu a verdade sobre suas origens, ele pode encontrar perdão e aceitar o amor incondicional de Ana? Christian pode finalmente ser libertado?”, conclui a legenda.

Freed será lançado em 1º de junho de 2021, nos EUA.

50 Tons de Cinza edita parte íntima de estrela

É bastante comum que os corpos de atores e atrizes sejam substituídos ou editados em cenas que envolvem nudez e em 50 Tons de Cinza isso aconteceu.

Dakota Johnson e Jamie Dornan usaram proteções na cor da pele para cobrir suas regiões íntimas durante as gravações do filme, eles não ficaram totalmente pelados de verdade.

Isso, na edição, acabou gerando um desafio extra. Seamus McGarvey, diretor de fotografia do filme, revelou ao NY Times que precisaram inserir os pelos pubianos de Dakota Johnson na pós-produção.

“Dakota tinha algo que cobria suas partes íntimas, em seu corpo todo”, disse McGarvey.

“Estávamos na curiosa posição, na pós-produção, de acrescentar cabelo lá embaixo. Não diria que esse foi um dos pontos altos da minha carreira, mas certamente foi um dos mais surreais”, continuou o diretor de fotografia de 50 Tons de Cinza.

Felizmente o resultado final ficou melhor que a infame remoção do bigode de Henry Cavill em Liga da Justiça.

Os filmes da franquia 50 Tons de Cinza pode ser assistido por meio de plataformas digitais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio