Como vai ser o Oscar este ano

Pandemia afetou a produção da 93ª edição do Oscar

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

É quase hora do Oscar de novo! E embora a temporada de premiações de 2020-2021 tenha parecido um pouco diferente para a indústria cinematográfica, graças à pandemia de coronavírus, isso não significa que Hollywood não esteja fazendo tudo para comemorar os melhores filmes do ano no 93º Oscar.

Haverá diferenças, porém, e um pouco de agitação dos produtores Steven Soderbergh, Stacey Sher e Jesse Collins.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com a Associated Press, o evento principal será realizado na Union Station, centro ferroviário do centro de Los Angeles, em vez de sua tradicional casa no Dolby Theatre de Hollywood.

O público regular não estará lá, mas nem os discursos por chamada de vídeo: os indicados foram pressionados a comparecer pessoalmente, com precauções de segurança.

Para amenizar os temores de viajar de outros países, no entanto, haverá um centro para os indicados em Londres, conexões remotas por satélite, materiais pré-gravados e apresentações de Melhor Canção Original a acontecer durante o pré-show do Oscar, em vez de durante a transmissão em horário nobre.

“Vai parecer um filme, pois há um tema abrangente que é articulado de diferentes maneiras ao longo da cerimônia. Portanto, os apresentadores são essencialmente os contadores de histórias de cada capítulo”, disse Soderbergh à AP.

“Queremos que você sinta que não foi uma cerimônia feita por uma instituição. Queremos que você sinta que está assistindo a uma cerimônia feita por um pequeno grupo de pessoas que realmente atacou tudo que parece genérico, desnecessário ou falso.”

“Esse é o tipo de coisa que eu sinto falta quando assisto a cerimônias como esta. Uma voz. Precisa ter uma voz específica.”

Ele pretende que a premiação seja mais cinematográfica, menos afetada e mais voltada para a comunidade.

Quem vai vencer?

Este ano, Nomadland recebeu o prêmio Producers Guild Award no final de março, o que o torna um candidato muito forte ao Oscar (via Variety).

Nomadland parece ser o favorito, de acordo com fontes tão díspares quanto Richard Roeper do Chicago Sun-Times, ET Online, Richard Trenholm da CNet e usuários do Reddit, onde Nomadland foi apontado como vencedor em vários tópicos há meses.

No entanto, se você está procurando um azarão, escolha Minari: Em Busca da Felicidade – um filme independente sobre uma família coreano-americana que se muda para o Arkansas em busca de sua versão do sonho americano.

Com Nomadland atualmente dominando, a Variety afirma que sua diretora, Chloé Zhao, é quem deve estar na liderança da corrida por Melhor Direção.

O Indie Wire escolheu Zhao como a favorita a vencer desta vez – e se o fizer, ela se tornará a segunda mulher a receber a honra (depois de Kathryn Bigelow por Guerra ao Terror) e a primeira mulher de cor a fazê-lo.

O GoldDerby afirma que suas chances são boas, pois “não há nem mesmo uma alternativa clara que poderia superá-la”. No entanto, algumas previsões de sites como Entertainment Weekly e Collider mostram David Fincher e sua história em preto e branco sobre Herman J. Mankiewicz, Mank, dando a ela uma dura competição.

A corrida para Melhor Ator parece simples para o falecido Chadwick Boseman, que é um favorito da crítica e do público (via mídia social).

O LA Times destacou: “Boseman vai vencer. Ele merece, e é a última chance que seus colegas têm de homenageá-lo por uma carreira marcada por cordialidade, generosidade e propósito.”

No entanto, a corrida sofreu uma reviravolta quando Anthony Hopkins derrotou Boseman no BAFTA 2021, o “Oscar britânico” (Hopkins é também britânico).

O prêmio de Melhor Atriz é muito mais difícil nesta edição.

Até agora, nenhuma atriz dominou a temporada de premiações (via Variety) – Viola Davis venceu o prêmio Screen Actors Guild, Andra Day venceu o Globo de Ouro, Carey Mulligan venceu o Critics Choice Award e Frances McDormand venceu o BAFTA (via USA Today). Parece que teremos que esperar para ver quem ficará com o prêmio!

O Oscar 2021 acontece neste domingo, dia 25 de abril.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio