John Wick: Keanu Reeves usa técnica “extrema” para se conectar com cachorro

Veja como uma das cenas mais adoráveis do primeiro filme foi gravada

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O amor de John Wick, personagem de Keanu Reeves, por cães é um elemento bem conhecido pelos fãs.

No primeiro filme, John Wick volta aos seus tempos de tiroteio e matança quando uma cachorrinha deixada a ele por sua falecida esposa é morta. Ela se chama Daisy, mas na realidade, era retratada por um filhotinho chamado Andy.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No set, Keanu Reeves obviamente tinha que ter uma conexão especial com Andy.

Em uma adorável cena em particular, Daisy acorda John enquanto lambe seu rosto. É uma daquelas sequências que fazem o público apaixonar por ela, apenas para que sua morte fique ainda mais chocante depois.

De acordo com o Cheat Sheet, fazer Andy lamber o rosto de Keanu Reeves com tanta empolgação não foi uma tarefa fácil.

A equipe precisou de uma técnica “extrema”: lambuzar todo o rosto do ator com gordura de bacon. Só assim a cena pôde ser grava – que ator exigente o pequeno Andy foi!

Sequência de popular filme com Keanu Reeves ganha novidade

O filme 47 Ronins ganha definitivamente nova vida com a Netflix. Estrelado por Keanu Reeves, o longa agora ganha uma sequência com Aimee Garcia, de Lucifer.

Lançado em 2013, o filme foi criticado e fez apenas US$ 151 milhões de bilheteria ao redor do mundo, dando mais de US$ 100 milhões de prejuízo. Porém, em 2020 e 2021, o longa com Keanu Reeves começou a ganhar destaque na Netflix.

O longa de samurais apareceu entre as listas de mais vistos da plataforma. Nas redes sociais, muitos fãs começaram a elogiar 47 Ronins.

Agora, Aimee Garcia comunicou (via Deadline) que está se juntando com a escritora AJ Mendez para fazer o roteiro da sequência. O novo 47 Ronins será feito para o Universal 1440 Entertainment.

“AJ e eu estamos empolgadas para escrever um filme inclusivo e diverso de ação. A visão do diretor Ron Yuan de misturar artes marciais, terror, cyberpunk e ação foi inspiradora para nós e queríamos agradecer ao time do 1440 pelo apoio”, declarou a atriz de Lucifer.

Ainda não há informações se a famosa de Lucifer pode ter algum papel em 47 Ronins 2.

A Universal também produz o segundo filme da franquia de ação e fantasia, com a Netflix a cargo da distribuição. O ator Ron Yuan, de Mulan, será o diretor da sequência de 47 Ronins.

De acordo com o Deadline, as filmagens vão começar até o final do primeiro trimestre de 2021.

A sequência do filme com Keanu Reeves será ambientada 300 anos no futuro, em um exótico mundo cyberpunk. O filme será uma abordagem nova e reinventada do longa original e incorporará terror junto com elementos modernos de samurais e ninjas.

O filme original foi dirigido por Carl Rinsch e escrito por Chris Morgan e Hossein Amini a partir de uma história concebida por Morgan e Walter Hamada. Keanu Reeves, Hiroyuki Sanada, Tadanobu Asano, Rinko Kikuchi e Ko Shibasaki estrelaram 47 Ronins, que foi baseado na peça Chūshingura.

O filme conta um relato ficcional dos 47 Ronins, um grupo de samurais da vida real no século 18 que começou a vingar a morte de seu mestre, que foi morto por um xogum impiedoso.

Dada a premissa da sequência de 47 Ronins, Keanu Reeves não deve voltar ao elenco.

A sequência de 47 Ronins, ainda sem título, não tem data para estrear na Netflix. Enquanto isso, o original está na plataforma, bem como Lucifer, com Aimee Garcia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio