Sucesso na Netflix, Pedro Coelho revoltou pais nos EUA

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Pedro Coelho, filme infantil que está fazendo sucesso no catálogo da Netflix, chega ao serviço de streaming depois de um resultado desastroso nos cinemas americanos.

No longa, Pedro Coelho e sua família precisam roubar a horta do Sr. McGregor para se alimentar, o que acaba colocando os roedores em uma série de desventuras.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A obra da britânica Beatrix Potter foi adaptada para as telas por Will Gluck, que assumiu roteiro e direção e é acostumado a dirigir comédias nada infantis, como Amizade Colorida e A Mentira. A direção não falha, porém não se sobressai. Will cumpre seu papel e entrega um filme dinâmico e divertido, que entretém as crianças à moda antiga.

Nitidamente inspirado em clássicos da Hanna-Barbera e Looney Tunes, Pedro Coelho traz de volta perseguições que seguem a estética de Tom & Jerry, mas outras referências da cultura pop dos anos 80 podem pegar de surpresa alguns espectadores, como uma citação sobre a imortalidade de Highlander.

Animação causou polêmica

Uma parte da trama de Pedro Coelho causou incômodo nos Estados Unidos: nela, os heróis usam uma alergia alimentar do vilão para atacá-lo, forçando ele a auto-injetar uma dose antialérgica para sofrer, então, um choque anafilático. Alguns pais saíram dos cinemas revoltados com a brincadeira, alegando que seus filhos entenderiam uma condição de saúde como brincadeira.

O filme tem uma bela fotografia, auxiliada pela beleza natural do interior da Inglaterra, e um elenco afiado, liderado por Sam Neill e Rose Byrne. Pedro Coelho também conta com nomes de peso dando voz aos coelhos na dublagem original, como James Corden, Margot Robbie e Daisy Ridley.

O tom realista da animação combina com o longa, fazendo não parecer dissonante os animais antropomórficos que usam roupas naturalmente. Onde o filme realmente peca acaba sendo em suas incursões musicais. As músicas originais não são memoráveis de forma nenhuma, e podem até ser um peso durante a uma hora e meia de filme.

Ainda assim, Pedro Coelho pode divertir a criançada e servir como um bom programa em família, principalmente em época de Páscoa.

Em 2021, o longa ganha uma sequência, Pedro Coelho 2: O Fugitivo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio