Briga de Robert Pattinson e criadora de Crepúsculo é revelada

Astro de The Batman discutiu com autora de livros famosos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Robert Pattinson se tornou mundialmente famoso em razão da saga Crepúsculo. Ele se entregou tanto ao papel de Edward Cullen, que chegou até a discutir com a autora dos livros originais acerca do personagem.

O ator de The Batman revelou ter discutido com Stephenie Meyer sobre o que seu personagem pensava e sentia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Lembro de ter me encontrado com Meyer pela primeira vez e de ter discutido muito com ela”, disse Pattinson ao Collider.

“Ele sentou lá e bateu boca comigo sobre o que o Edward pensava e sentia”, corroborou Meyer. “Foi incrível”.

De fato, Robert Pattinson disse que chegou um ponto que entendia plenamente seu personagem, especialmente após passar tanto tempo com ele.

Ator diz ter comprado papel em Crepúsculo

A saga Crepúsculo conquistou fãs ao redor do mundo e transformou diversos atores em grandes estrelas de Hollywood. Peter Facinelli, que interpretou Carlisle Cullen, brinca ter comprado o papel por menos de 30 dólares.

Inicialmente o papel iria para outro ator, mas Facinelli disse que acabou conseguindo interpretar o personagem por causa de um presente que deu à diretora Catherine Hardwicke.

“Eu descobri que eles fizeram uma oferta para outra pessoa e fiquei chateado. Eu estava tipo, ‘Cara, eu pensei que ia conseguir isso’. Mas, eles escolheram um ator que era 10 anos mais velho, porque eles estavam preocupados que na tela poderia parecer estranho se eu fosse muito jovem… mas no livro ele tinha 23 anos”, disse o ator em participação no podcast On the List With Brett Gursky.

Peter Facinelli tinha pouco mais de 30 anos quando Crepúsculo entrou em produção, mas queriam fazer um Carlisle mais velho inicialmente. Isso mudou quando o ator original desistiu do papel e Facinelli mandou um presente para Hardwicke.

“Eu estava em uma audição e vi um livro que dizia 50 anos de criação de vampiros em Hollywood… Tive de procurá-lo porque estava esgotado, mas enviei o livro para ela e disse: ‘Ei, desculpe não ter dado certo. Com sorte, trabalharemos juntos em outra coisa. Espero que isso inspire você a fazer um ótimo filme de vampiros. ‘E eu enviei para ela. Mal sabia eu que o ator tinha saído do papel e, no mesmo dia em que ele saiu, ela recebeu meu livro”.

“Então os produtores disseram que ele não poderia fazer isso”, continuou o ator de Crepúsculo. “Eles perguntaram para Catherine Hardwicke quem ela gostaria no papel. E ela disse, ‘Eu não sei, e Peter Facinelli?’. Então eu sempre brinco com Catherine que comprei aquele papel por $ 29,99”.

Os filmes de Crepúsculo estão na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio