Explicamos o final de Eu Sou Todas as Meninas, da Netflix

Entenda o que acontece com Jodie e Ntombi na conclusão do filme

Publicado em 5/17/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Procurando se manter na dianteira do concorrido mercado das plataformas de streaming, a Netflix faz o possível para lançar conteúdos de qualidade – entre filmes, séries, documentários e reality shows – a cada semana. Recentemente, o filme Eu Sou Todas as Meninas conquistou fãs da companhia.

O filme estreou recentemente e se estabeleceu rapidamente entre os filmes mais assistidos pelo público brasileiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Uma impiedosa detetive cria uma conexão com uma assassina que mata apenas membros de uma organização de tráfico de crianças”, afirma a sinopse do filme da Netflix.

Muitas pessoas que já conferiram o longa ficaram com dúvidas sobre seu intrigante desfecho.

O site The Cinema Holic explicou tudo que aconteceu; confira abaixo!

O desfecho de Eu Sou Todas as Meninas

Após um terrível acidente de carro, Jodie é deixada inconsciente. Quando os capangas de Salim se aproximam do veículo, Ntombi atira neles e consegue sequestrar Salim. Depois, quando Jodie acorda no hospital, o Capitão Mululeki diz que a detetive está fora das investigações.

Sem se preocupar, Jodie consegue escapar do hospital e volta para a casa. Após assistir o vídeo de Gert de Jager deixado por Ntombi, a protagonista percebe que a personagem também é uma vítima do tráfico de pessoas.

Jodie então vai até a casa em Brakpan que Gert mencionou no interrogatório, e encontra Salim e seu irmão Pharwaz mortos por Ntombi. A protagonista também testemunha a aterrissagem do avião do ministro cujas ordens eram seguidas por Gert.

Arendse, a parceira de Jodie, confronta o ministro e é morta por seus capangas. Ntombi, que também se envolve em um tiroteio, acaba morrendo por suas feridas.

No final do filme, o público vê uma Jodie muito diferente da apresentada no decorrer do longa. A protagonista se torna uma assassina fria e calculista, que pune apenas traficantes de pessoas.

Finalmente, Jodie consegue montar uma armadilha para o ministro em sua residência, matando-o em seguida. A protagonista também crava as iniciais de Ntombi no peito do abusador.

A cena final de Eu Sou Todas as Meninas mostra Jodie entrando em um avião para o Irã, com a intenção de capturar e matar todos os ajudantes, colaboradores e mantenedores da organização de tráfico de crianças.

Ou seja, Jodie se torna a “nova Ntombi”, assumindo o posto que antes pertencia à assassina justiceira.

No início do filme, Jodie tem problemas para capturar criminosos pelas rotas convencionais. Em mais de uma ocasião, a personagem se encrenca por não seguir os protocolos da polícia, o que acaba prejudicando a investigação contra os traficantes de crianças.

É fácil imaginar Jodie assumindo o papel de Ntombi principalmente após se frustrar pelas complexidades do sistema legal. A personagem então decide abandonar os critérios da investigação policial e investir fortemente contra o cartel de tráfico de crianças – o crime mais abominável do mundo.

A personagem inclusive aparece com o casaco de Ntombi na cena da punição do ministro, assumindo de uma vez por todas o “trabalho” da companheira caída.

As motivações de Ntombi e Jodie, no entanto, são diferentes. Ntombi começou a matar os traficantes de crianças após ter sido vítima do terrível crime na infância. Jodie, por outro lado, se revolta com a indiferença da polícia pelas vítimas e a impunidade dos culpados.

Também é interessante salientar que, imediatamente após se tornar uma vigilante, Jodie leva a luta contra os traficantes de crianças a outro nível, viajando para o Irã para executar todos os colaboradores do cartel. Ou seja, Jodie se torna uma justiceira internacional.

Eu Sou Todas as Meninas está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio