Grandes apostas de Hollywood, filmes com Johnny Depp e Keanu Reeves floparam

Os fracassos de 47 Ronins, O Cavaleiro Solitário e Alice Através do Espelho

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Criar blockbusters não é nada fácil! Muitas vezes, estúdios investem milhões de dólares em projetos que surpreendem ao se tornarem grandes fracassos. Nem mesmo a escalação de grandes astros como Johnny Depp e Keanu Reeves garante o sucesso – crítico e financeiro – de grandes apostas.

Por causa disso, quando filmes aguardados e com grande investimento falham em conquistar o público, o fracasso é ainda mais flagrante.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O site Looper listou algumas apostas milionárias de Hollywood que amargaram resultados terríveis nas bilheterias e na crítica especializada, incluindo produções com Keanu Reeves e Johnny Depp.

Veja abaixo tudo sobre essa história!

Alice Através do Espelho – Com Johnny Depp

Após a adaptação de Alice no País das Maravilhas de Tim Burton se tornar um fenômeno bilionário nas bilheterias em 2010, a Disney não perdeu tempo em autorizar a produção de uma sequência.

Mesmo sem o icônico diretor no comando, o estúdio acreditou que os espectadores com certeza pagariam para ver Johnny Depp saltitando no impressionante País das Maravilhas uma vez mais.

Infelizmente, mesmo com um grande elenco e ótimos efeitos especiais, Alice Através do Espelho não conseguiu replicar a magia de seu predecessor, estreando com apenas 34 milhões de dólares no primeiro fim de semana – um terço dos rendimentos do primeiro filme.

Descrito como “espalhafatoso, barulhento, complacente e vulgar”, o filme também foi prejudicado pelo lançamento simultâneo de X-Men: Apocalypse e as acusações de violência doméstica contra Johnny Depp.

47 Ronins – Com Keanu Reeves

Lançado com um orçamento de 170 milhões de dólares (sem incluir os custos de marketing!), uma estrela aclamada como protagonista, um enredo com samurais, dragões e criaturas mitológicas e uma estreia em pleno Dia de Ação de Graças, 47 Ronins tinha tudo para se tornar um sucesso imediato, certo?

Não foi isso que aconteceu. O projeto ambicioso se provou acima das capacidades do diretor iniciante Carl Rinsch, sendo extremamente prejudicado por inúmeras refilmagens e um atraso de mais de um ano na estreia.

O filme acabou faturando apenas 175 milhões de dólares em sua bilheteria mundial, estabelecendo-se assim como um fracasso monumental. Os críticos também não gostaram do longa, que até hoje tem apenas 16% de aprovação no Rotten Tomatoes.

Surpreendentemente, 47 Ronins ganhou uma “nova vida” ao ser disponibilizado no catálogo brasileiro da Netflix, permanecendo várias semanas no Top 10 da plataforma.

Mesmo com o fracasso, o filme vai ganhar uma sequência, ambientada no futuro e sem Keanu Reeves.

O Cavaleiro Solitário – Com Johnny Depp

Johnny Depp lançou uma sequência de fracassos nos últimos anos, mas há algum tempo, a presença do autor era basicamente uma garantia do sucesso de um filme. O Cavaleiro Solitário foi talvez o primeiro projeto do astro a negar essa tendência.

A Disney produziu O Cavaleiro Solitário esperando uma grande audiência para o longa, que contou com o impressionante orçamento de 215 milhões de dólares.

Mesmo com os diversos problemas de produção, ninguém esperava que um filme com Johnny Depp se tornasse um fracasso tão grande. Contando com os gastos de marketing, O Cavaleiro Solitário representou um prejuízo de aproximadamente 190 milhões de dólares para o estúdio.

O filme também falhou em conquistar a crítica especializada, e o personagem de Johnny Depp foi acusado de se apropriar da cultura nativa-americana e caracterizar Tonto com estereótipos raciais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio