Na Netflix? Um dos melhores filmes de Steven Seagal está no streaming

Fãs já podem assistir esse longa-metragem dos anos 1990

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Steven Seagal pode ser um ator bastante problemático, mas conta com inúmeros clássicos do Cinema de ação no seu currículo. Um deles está disponível no streaming, para a alegria dos seus fãs.

Em Força em Alerta, Steven Seagal interpreta um ex-fuzileiro naval, que precisa impedir uma equipe de mercenários, que tomou conta de um navio da Marinha estadunidense. Ele agora trabalha como cozinheiro do capitão no USS Missouri, mas é requisitado de volta ao serviço para deter essa crise.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Força em Alerta foi lançado em 1992 e foi escrito por J.F. Lawton, mais conhecido por ter escrito Uma Linda Mulher, com Julia Roberts e Richard Gere. A direção é de Andrew Davis, que conta com outros filmes de ação no currículo, como O Fugitivo e Reação em Cadeia.

O elenco do filme conta com Steven Seagal, Gary Busey, Tommy Lee Jones, Damian Chapa, Troy Evans, David McKnight e Patrick O’Neal.

Força em Alerta foi um sucesso de público, tendo arrecadado US$ 150 milhões, com orçamento de US$ 35 milhões. Ele acabou gerando uma continuação, intitulado A Força em Alerta 2.

Força em Alerta e sua continuação podem ser assistidos na Amazon Prime Video.

Alegações de assédio sexual

Não bastasse isso, Steven Seagal foi acusado de ter assediado sexualmente mais uma colega de elenco.

Portia de Rossi, de Arrested Development, disse ter sido assediada por Seagal durante um teste de elenco.

“Ele disse o quão importante era que tivéssemos química fora da tela e ele me fez sentar e abriu a braguilha da calça. Eu saí correndo e liguei para meu agente”, disse a atriz.

Já durante os testes de elenco de A Força em Alerta 2, a atriz Jenny McCarthy também teria sido assediada pelo ator.

“Ele disse, ‘fique de pé, você precisa ser meio sexy nesse filme e, com esse vestido, eu não consigo ver’. Eu me levantei e ele disse, ‘tire seu vestido’. Eu disse, ‘o que?’. E ele disse que teria nudez, eu respondi: ‘Não, não há, ou eu não estaria aqui agora’”.

“‘As páginas estão na minha frente. Não há nudez’. Ele disse para eu tirar o vestido e eu comecei a chorar, dizendo: ‘Alugue meu vídeo da Playboy, seu c*zão! e saí correndo”.

O último filme de Steven Seagal foi Beyond the Law, de 2019.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio