Publicidade

Sem spoilers

Cidade de Gelo: O cenário e a época do filme da Netflix

Longa russo é ambientado no século XIX e conta com cenas em São Petersburgo

Publicado por Alexandre Guglielmelli

18/06/2021 08:30

Recém chegado na Netflix, o filme Cidade de Gelo está fazendo o maior sucesso com o público brasileiro! A produção russa é descrita como “um verdadeiro romance de contos de fadas”, e conseguiu conquistar inúmeros fãs com sua trama tocante e cheia de momentos de grande emoção.

O filme acompanha a história de Matvey, um jovem que trabalha como entregador em uma padaria. Vindo de uma família humilde, o único tesouro do protagonista são os patins prateados que herdou do pai.

De maneira surpreendente, os caminhos de Matvey acabam cruzando os de Alisa, a inteligente e estudiosa filha de um nobre oficial do governo, que se sente presa em sua luxuosa mansão.

Fãs brasileiros ficaram encantados com os cenários e ambientação temporal de Cidade de Gelo! Saiba tudo sobre a atmosfera do longa e a época em que a história se passa.

Cidade de Gelo – As maravilhas da Rússia

Desde o primeiro momento de Cidade de Gelo, os espectadores se impressionam com a beleza de inverno de São Petersburgo, e o encanto continua até o desfecho do longa.

O filme conta com cenas excelentes no Mercado de Natal no Rio Neva, nas pontes de São Petersburgo decoradas com guirlandas e nos majestosos castelos, igrejas e catedrais, sempre com os telhados cobertos por uma camada de neve.

Todas imagens do impressionante interior arquitetônico dos palácios de Gatchina Mramorny e Sherementev fazem os espectadores pausar e admirarem a beleza o máximo possível, em um verdadeiro conto de fadas da Disney, no estilo russo.

As cenas do longa foram gravadas nas cidades de São Petersburgo e Leningrado, aproveitando todo o glamour e luxo da Rússia pré-revolução.

A ambientação da Rússia Imperial

Embora Cidade de Gelo seja acima de tudo uma comédia romântica, ambientada em um relativo mundo de faz de conta, os produtores do longa mostraram também alguns elementos reais da Rússia Imperial.

Por exemplo, a patinação no gelo era realmente uma das formas mais populares de entretenimento da época, principalmente para os jovens de famílias aristocratas.

Além disso, festas, bailes de máscaras e outros eventos eram realmente realizados no Jardim de Yusupov, que ambienta uma das cenas mais belas do filme.

O pai do protagonista Matvey trabalha como um acendedor de lâmpadas, enchendo as luminárias da cidade com querosene e apagando-as no final da noite.

Essa profissão realmente existiu no século XIX! Era um trabalho pesado, no qual uma única pessoa deveria acender e apagar cerca de 50 lampiões por dia.

Na trama de Cidade de Gelo, Alisa sonha em ter uma educação superior. Na época, mulheres podiam fazer faculdade, mas precisavam da permissão do pai ou marido.

Por incrível que pareça, o filme conta com várias cenas envolvendo o químico russo Dmitri Mendeleev, que existiu na vida real e ministrou aulas na Instituição de Bestuzhev.

Cidade de Gelo, com seus cenários majestosos, já está disponível na Netflix. O filme é a primeira produção russa a ser lançada como longa original pela plataforma.

Confira abaixo o trailer de Cidade de Gelo!

Publicidade