Publicidade

Não perca

Filme intenso na Netflix deixa fãs completamente chocados

Eu Sou Todas as Meninas é inspirado em chocantes fatos reais

Publicado por Redação

20/06/2021 08:00

Para os fãs de dramas policiais, a Netflix não tem falta de filmes para escolher. Claro, a Netflix já disponibilizou clássicos como Laranja Mecânica e Dia de Treinamento (que hoje não estão mais no catálogo).

Nos últimos anos, porém, o serviço de streaming também lançou uma grande variedade de filmes originais populares, como A Mulher na Janela e Os 7 de Chicago, deixando o público com sua escolha de quais mistérios de alto risco eles querem ver o desfecho.

Dito isso, aqui vai uma ótima notícia para os fãs do gênero: eles agora têm mais um novo filme para ficar obcecados. Eu Sou Todas as Meninas, que foi lançado na Netflix em 14 de maio, conta a história emocionante e angustiante de uma investigadora tentando derrubar uma quadrilha de tráfico sexual infantil na África do Sul.

O suspense de crime psicológico, baseado em fatos reais, segue Ntombizonke Bapai (Hlubi Mboya), uma mulher que foi raptada para o tráfico sexual quando menina e que dedicou sua vida adulta à prevenção desses crimes.

Ela trabalha ao lado da detetive Jodie Snyman (Erica Wessels), que descobre que um recente caso de assassinato tem ligações com o sequestro de Bapai nos anos 90.

As duas mulheres trabalham juntas para descobrir a verdade e buscar justiça, neste suspense envolvente, lutando contra a corrupção – e adversários improváveis ​​- ao longo do caminho.

História intensa

Em entrevista à estação de rádio sul-africana CapeTalk, a atriz Hlubi Mboya compartilhou o quanto o elenco e a equipe de Eu Sou Todas as Meninas dedicaram a contar uma história tão delicada, dizendo: “A maneira como lidamos com o filme foi com o máximo de cuidado, fragilidade, vulnerabilidade e amor.”

Em uma resenha no Decider, a crítica Jade Budowski compartilhou o quão eficazmente matizado e respeitoso Eu Sou Todas as Meninas é, dizendo que o filme “aborda este assunto pesado com grande sensibilidade e nuance, deixando as coisas implícitas e permitindo que esses pensamentos horríveis falem por si próprios”.

Budowski, em particular, elogia as atuações de Mboya e Erica Wessels, dizendo: “Um filme sobre a corrupção que permite a existência de crimes contra a humanidade como o tráfico sexual teria sido interessante o suficiente, com certeza, mas essas protagonistas transformam essa história em algo incrivelmente especial.”

Embora o tema problemático do filme possa dificultar a exibição para alguns, Eu Sou Todas as Meninas é uma história convincente e poderosa de duas mulheres lutando bravamente por justiça para algumas das pessoas mais vulneráveis ​​do mundo.

No Brasil, Eu Sou Todas as Meninas está agora disponível na Netflix.

Publicidade