Netflix tem ótimo filme baseado em fatos reais que fãs precisam ver

Lost Girls: Os Crimes de Long Island acompanha a busca desesperada de uma mãe pela filha desaparecida

Publicado em 29/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Você já ouviu falar no filme Lost Girls: Os Crimes de Long Island? O filme de drama e mistério está fazendo o maior sucesso com os fãs na Netflix. O que muita gente não sabe é que o longa é baseado em uma história real.

Lançado originalmente em 2020, Lost Girls é um projeto da diretora Liz Garbus, conhecida por comandar o icônico documentário “What Happened, Miss Simone?”, sobre a cantora Nina Simone.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O longa é baseado no livro Lost Girls: An Unsolved American Mystery (Garotas Perdidas: Um Mistério Americano Não Resolvido), por Robert Kolker.

Explicamos abaixo tudo que você precisa saber sobre a trama, recepção crítica e elenco do filme!

A trama de Lost Girls – Baseada em uma história real

Lost Girls: Os Crimes de Long Island focam nos crimes cometidos contra jovens garotas de programa nas ilhas de South Shore, em Long Island.

Os assassinatos são obras do matador conhecido como o “Serial Killer de Long Island”, cuja identidade nunca chegou a ser descoberta.

O filme acompanha a história da ativista Mari Gilbert, que insiste que a polícia procure por Shannan, sua filha desaparecida.

No processo de busca por Shannan, Gilbert descobre que várias garotas de programa, em sua maioria jovens e adolescentes, também sumiram ou foram assassinadas na região de South Shore. 

A protagonista e a polícia se envolvem em uma jornada dolorosa e trágica em busca da filha desaparecida e do misterioso Serial Killer de Long Island.

Lost Girls se destaca por apresentar uma história que poderia acontecer em qualquer lugar do mundo, provando que ninguém está a salvo da atuação de serial killers – principalmente grupos marginalizados, como trabalhadores do sexo e minorias.

Mari Gilbert, a personagem principal do longa, existiu na vida real. A ativista começou a lutar pelo direito de vítimas de crimes em 2010, quando sua filha Shannan desapareceu. A busca pela jovem de 24 anos levou à descoberta de 10 corpos espalhados pela Ocean Parkway, em Nova York.

Investigadores, no entanto, chegaram à conclusão que a filha de Gilbert teria morrido em um afogamento acidental, sem relação com os crimes do Serial Killer de Long Island. 

Mari Gilbert não aceitou o resultado da autópsia, e contratou um investigador independente para analisar o cadáver. A nova análise indicou que Shannan havia sido estrangulada até a morte.

Lost Girls: Os Crimes de Long Island conseguiu uma boa aprovação pela crítica especializada, chegando a 73% de aprovação no Rotten Tomatoes.

Infelizmente, a história de Mari Gilbert na vida real, também terminou em tragédia. A ativista foi assassinada pela própria filha Sarra em 2016.

Sarra sofria de esquizofrenia, e afirmou que “as vozes” a mandaram apunhalar a mãe até a morte. Condenada a 25 anos de prisão, ela continua detida até hoje.

O elenco de Lost Girls: Os Crimes de Long Island

Amy Ryan interpreta a protagonista Mari Gilbert em Lost Girls. Você provavelmente conhece a atriz por sua divertida performance como Holly Flax na sitcom The Office.

Sherre e Sarra, as filhas de Mari Gilbert, são interpretadas respectivamente por Thomasin McKenzie (Jojo Rabbit) e Oona Lawrence (Orange is the New Black).

Gabriel Byrne (Hereditário) vive o Comissário Richard Dormer, que tenta ajudar Mari a encontrar a filha desaparecida.

O elenco de Lost Girls: Os Crimes de Long Island é completado por Lola Kirke (Garota Exemplar), Miriam Shor (Jessica Jones), Reed Birney (The Handmaid’s Tale), Kevin Corrigan (Segurando as Pontas) e Dean Winters (Brooklyn Nine-Nine).

Lost Girls: Os Crimes de Long Island está disponível na Netflix! Confira abaixo o trailer.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio