O Esquadrão Suicida é um filme “depravado”, dispara ator da DC

Astro diz que James Gunn criou um filme bem diferente do anterior

Publicado em 4/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Esquadrão Suicida promete ser bem diferente do primeiro filme da equipe da DC, que provou ser uma tragédia, tanto para os fãs, quanto para os críticos. Joel Kinnaman, que reprisa o papel de Rick Flag no longa-metragem de James Gunn, falou sobre o novo filme.

O astro comparou as duas versões, atribuindo os problemas do primeiro filme à visões conflitantes entre o diretor e o estúdio. Isso, felizmente, parece não ocorrer com O Esquadrão Suicida.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu achei os primeiros 40 minutos do filme ótimos para c*ralho, e então houve visões conflitantes e acabou não sendo o que todos esperávamos”, disse o ator à Variety, em relação ao filme de David Ayer.

“Não parecia o filme que esperávamos fazer, e esse novo é algo muito diferente. É apenas um universo diferente. É um universo de James Gunn. É algo muito hilário e depravado”, continuou Joel Kinnaman.

O astro de O Esquadrão Suicida não poupou elogios ao novo filme de James Gunn e chegou a dizer que esse é “o melhor filme” do diretor.

Mais elogios a O Esquadrão Suicida

Joel Kinnaman continuou falando sobre a obra e como esse projeto é melhor definido desde os primórdios, ao contrário do que aconteceu com o filme de David Ayer.

“É um filme insano. Ao mesmo tempo, era basicamente o filme que eu pensei que seria, porque a visão era muito clara desde o início”, continuou Kinnaman. “Enquanto estávamos filmando, era tão claro o que estávamos fazendo. É tão divertido”.

“Acho que o que realmente me surpreendeu foi que fiquei impressionado com o quão bem Gunn foi capaz de criar essas pequenas bolhas, esses pequenos momentos de profundidade emocional e poesia visual e emocional”, disse Kinnaman.

O ator também disse que, de início, tudo parece muito maluco, mas que nos acostumamos com essas loucuras conforme a narrativa progride.

“Eu senti que realmente transcendeu o gênero e se tornou algo maior, e então também é muito bobo, e ridículo em muitos aspectos e super violento. Tem momentos chocantes, mas eles são muito cômicos”.

“No final do filme, é completamente normal ver esse tubarão gigante apenas roendo a cabeça de uma pessoa, e algumas pessoas apenas conversando ao lado dele. Quando você já está assistindo O Esquadrão Suicida há uma hora e 50 minutos, isso vai parecer completamente normal. É tão irreverente”, continuou o ator.

O Esquadrão Suicida estreia em 5 de agosto de 2021.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio