Paternidade: Sucesso da Netflix tem participação ilustre e fãs não sabem

Um nome importante dos Estados Unidos esteve envolvido na produção

Publicado em 20/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O filme da Netflix, Paternidade, não é apenas único porque apresenta Kevin Hart em um papel dramático, mas também porque é uma das raras vezes na tela em que um pai negro é retratado de forma positiva.

Por causa disso, o filme chamou a atenção de Barack e Michelle Obama, cuja produtora, Higher Ground, está ligada ao filme da Netflix, que já estreou no serviço de streaming.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu tenho que falar com Obama”, disse Hart ao Insider (como abordado em um artigo de Jason Guerrasio), acrescentando que o ex-presidente dos Estados Unidos é um cinéfilo.

“Ele realmente viu neste filme a oportunidade de uma mensagem positiva ligada a um homem negro ser um bom pai.”

No filme, Hart interpreta um pai que cria sua filha sozinho após a morte de sua esposa durante o parto. O comediante disse que antes mesmo dos Obama se envolverem em Paternidade, Barack já apoiava sua carreira.

“Ele sempre demonstrou um alto nível de amor e apoio pelas coisas que fiz, o que é demais”, acrescentou.

Barack Obama envolvido na produção

Os Obama formaram a Higher Ground em 2018, assinando um contrato de vários anos com a Netflix para produzir projetos que levantam vozes diversas.

Antes de Paternidade, a Higher Ground participou do documentário vencedor do Oscar de 2019 da Netflix, American Factory, sobre uma empresa chinesa que assume uma fábrica fechada da General Motors em Ohio; e Minha História, de 2020, que trouxe uma visão aprofundada de Michelle promovendo seu livro de memórias em uma turnê nacional de livros.

Com base nas memórias de Matthew Logelin de 2011, Dois Beijos para Maddy: Uma História Real de Amor e Perda, por anos Paternidade permaneceu em desenvolvimento (em uma época, Channing Tatum foi contratado para interpretar o papel principal), até que Hart colocou as mãos no roteiro em 2019.

O filme, onde Hart também é produtor por meio de sua própria HartBeat Productions, marca seu primeiro grande mergulho na atuação dramática.

Hart planeja seguir com outro trabalho dramático para a Netflix, a minissérie produzida pela HartBeat, True Story, na qual ele interpreta uma versão ficcional de si mesmo: um comediante nascido na Filadélfia cujo relacionamento com seu irmão mais velho problemático (Wesley Snipes) pode destruir a carreira que está tentando construir.

Nenhuma data de lançamento foi anunciada ainda para a série.

Enquanto isto, Paternidade está agora disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio