Robert Pattinson é perfeito para ser Batman; veja o motivo

Conhecido por suas entrevistas excêntricas, ator pode ser considerado um Bruce Wayne da vida real

Publicado em 10/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Robert Pattinson ganhou uma certa reputação por ter entrevistas estranhas e surreais – uma habilidade incomum que pode pavimentar o caminho para sua abordagem de Batman ser muito precisa.

Quando o ator de Crepúsculo foi inicialmente anunciado como o protagonista de The Batman, muitos estavam céticos sobre o quão capaz ele seria em desempenhar um papel tão icônico quanto o Cavaleiro das Trevas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Enquanto Pattinson provou sua destreza como ator desde seus dias relutantemente interpretando um vampiro romântico por meio de papéis em O Farol e Tenet, a reputação questionável da saga de Stephanie Meyer ainda pairava sobre ele em termos de percepção pública.

Essas preocupações foram, em grande parte, deixadas de lado por um ponto crucial sobre Robert Pattinson: ele é, em muitos aspectos, um Bruce Wayne moderno da vida real (via Zoe Miskelly, do Screen Rant).

Bruce Wayne da vida real

A cultura em torno das celebridades significa que muitas vezes é muito fácil saber aparentemente tudo sobre certos indivíduos, mas muitos dos detalhes da vida de Pattinson permanecem bastante misteriosos.

Da mesma forma, apesar de ser claramente uma pessoa inteligente e perspicaz – já que entrevistas envolvendo títulos como O Farol mostram uma compreensão do mundo muitas vezes complicado da atuação e do cinema -, Pattinson é mais provável de ser encontrado nas notícias por razões mais extravagantes, como a revelação de uma receita favorita dele contendo macarrão, flocos de milho, queijo e açúcar.

Esse comportamento estranho, mas charmoso, não se restringe apenas a aventuras culinárias, mas também surge em outra área: as entrevistas.

Como o próprio Pattinson confirmou, o ator tem um hábito notável de contar mentiras descaradas em entrevistas. A mais notável delas é uma entrevista em 2011 com Matt Lauer, em que o ator casualmente revelou que um carro de palhaço explodiu matando aqueles que estavam dentro durante sua primeira ida ao circo.

Uma semana depois, ele confessaria em outra entrevista que isso era uma mentira, e que ele havia inventado toda a história elaborada a partir de uma preocupação de que não era interessante o suficiente para a entrevista.

Este não é o único caso, de longe, já que várias entrevistas sofreram o mesmo destino – incluindo um conto especialmente inusitado em que ele alegou no programa de Jimmy Kimmel que um dos diretores de Bom Comportamento o encorajou a ter uma interação decididamente inadequada com um cão, apenas para se desculpar pela declaração e esclarecer que era uma piada no dia seguinte.

O fato de o ator ser capaz de contar mentiras com tanta facilidade e não receber praticamente nenhuma reação por esses momentos prova que ele será capaz de interpretar o papel de Batman perfeitamente – já que esse é o tipo exato de mentiras flagrantes que Bruce Wayne é obrigado a contar em toda a sua carreira como vigilante disfarçado.

O inverso também é verdadeiro, já que o fato de o ex-ator de Crepúsculo ser capaz de não sair do personagem e revelar a verdade durante qualquer uma dessas histórias ridículas é um sinal certo de que ele é capaz de assumir a falsa fachada do protetor de Gotham.

Embora Pattinson tenha falado anteriormente sobre não gostar da natureza estranha de Edward Cullen, isso foi indiscutivelmente um resultado da natureza do próprio personagem, já que a ética em torno de um vampiro de 100 anos namorando uma jovem de 17 é inegavelmente questionável.

Com The Batman parecendo ser menos sobre romances duvidosos e mais sobre os primeiros dias do combatente do crime da DC, parece que este é o lugar ideal para a prática de Pattinson ser utilizada.

Muitos consideram Robert Pattinson como uma celebridade excêntrica – e até certo ponto, é por isso que alguns tinham dúvidas sobre ele -, mas também é inteiramente essa percepção que deve funcionar em seu auxílio ao desempenhar o papel do Cavaleiro das Trevas.

The Batman é, em muitos aspectos, um reajuste de como a franquia do Batman abordou a produção dos filmes no passado, como ter o Charada como um vilão perturbador em vez da versão mais cômica de Jim Carrey, e ter o foco mais nas habilidades de detetive que o Batman possui do que em sua destreza de luta.

Esperançosamente, todas essas decisões serão recompensadas no produto final, permitindo que Robert Pattinson continue seu papel durante a trilogia prometida, e potencialmente adiante.

The Batman, com Robert Pattinson, estreia em 4 de março de 2022.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio