As revelações e como Ashin of the North se conecta com Kingdom

Filme da Netflix serve como prólogo para a eletrizante série sul-coreana

Publicado em 26/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Embora tenha sido lançado como um filme individual, Ashin of the North é um prólogo da série Kingdom, uma das produções sul-coreanas mais populares da Netflix. O longa é ambientado antes dos eventos das duas temporadas da série, e traz grandes revelações sobre a natureza dos zumbis e o passado do reino.

A 2ª temporada de Kingdom deixou audiências com o coração nas mãos, quando o Príncipe Lee Chang e Seo Bi viajam ao norte para descobrir as origens da Planta da Ressurreição, após enfrentarem uma horda de zumbis.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após chegarem a uma vila supostamente desocupada, a dupla encontra Ashin, que se destaca entre os mortos-vivos trancafiados. A chegada dessa nova e misteriosa personagem deixou os espectadores ainda mais confusos.

Quem é Ashin? A misteriosa jovem também é uma caçadora de zumbis? O site Asia Tattler revelou como Ashin of the North se conecta às temporadas de Kingdom na Netflix; confira abaixo.

Ashin of the North e Kingdom – Conexões importantes

No final da 2ª temporada de Kingdom, o Príncipe Lee Chang e a médica Seo Bi descobrem que a planta de ressurreição é originária da região do Rio Yalu, próxima à fronteira com a China.

A descoberta dá a entender que a utilização da planta para a criação de zumbis pode ter sido uma conspiração chinesa para destruir Joseon – mas a série rapidamente estabelece que essa teoria não é verdadeira.

O especial Ashin of the North é ambientado na região norte da Coreia da era Joseon, lar das tribos Pajeowi e Seongjeoyains.

A tribo Pajeowi, de ancestralidade tungúsica, também é conhecida como o povo Jurchen. Isso significa que eles não são expressamente coreanos, mas que vivem próximos à China, Coreia e Japão.

Os Seongjeoyains, por outro lado, já residiam na região da Coreia de Joseon por mais de um século.

Esse grupo, preocupado com o crescimento do poder dos Pajeowis, utiliza espiões para rastrear o progresso da tribo. A trama acaba se envolvendo na história da jovem Ashin, cujo pai Ta Hyeop é o líder da vila de Seongjeoyain.

Na fronteira norte entre as duas tribos, está Pyesa-gun, um local cuja entrada é proibida há mais de 100 anos.

A jovem Ashin entra na misteriosa área, e encontra acidentalmente uma planta de cor magenta, com o poder de ressuscitar os mortos.

Mesmo sendo orientada pelo pai a não entrar nessa área, Ashin retorna ao local para reencontrar as plantas e salvar a vida da mãe, terrivelmente doente.

No entanto, quando a personagem retorna à vila, percebe que a tragédia e traição abateram sua tribo e sua família, o que leva a personagem a buscar vingança e tentar destruir o mundo, prometendo “matar todas as coisas vivas, e fazê-las chorar lágrimas de sangue.”

A determinação da personagem acaba engatilhando uma verdadeira avalanche de eventos trágicos, que no futuro assolariam Joseon e mudariam para sempre o curso da história.

Ashin of the Dead e as duas temporadas de Kingdom estão disponíveis na Netflix. Veja o trailer do longa abaixo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio