Publicidade

Começo diferente

Cena deletada responde mistério de A Última Carta de Amor

Diretora Augustine Frizzell conta como filme da Netflix começaria respondendo sobre ato da protagonista de Felicity Jones

Publicado por Bruno Tomé

25/07/2021 13:00

Alerta de spoilers

A Última Carta de Amor começa com a protagonista Ellie Haworth, de Felicity Jones, acordando na casa de um estranho. Uma cena deletada, que seria o início do filme da Netflix, responderia sobre como a escritora vai parar com esse homem, que é o bartender, dando fim ao mistério do longa.

Em entrevista ao Insider, a diretora Augustine Frizzell conta que a cena mostraria Ellie deixando o trabalho para ir em um encontro às cegas. Os dois amigos dela, que aparecem no filme da Netflix, dariam um apoio a ela antes de conhecer o pretendente.

“Eles estavam como, ‘Será ótimo'”, revela a diretora. Porém, a personagem de A Última Carta de Amor, cínica e não acreditando no amor após o término de uma relação de oito anos, “acaba dormindo com o bartender” no lugar de ir para casa com o homem que conhece.

Assim, o estranho que Ellie acorda é esse bartender. A diretora decidiu excluir a cena na Netflix porque não achou necessária para história.

“Nós armamos tudo, mas percebemos que não precisávamos para a trama. Fez sentido começar com ela daquele ponto, acordando na casa de um estranho”, explicou ainda a cineasta.

A Última Carta de Amor está na Netflix

A Última Carta de Amor é baseado no livro de mesmo nome de Jojo Moyes, e conta a história de uma jornalista que descobre sobre cartas de amor do ano de 1965, e enquanto as investiga, começa a se relacionar com um arquivista.

O filme é estrelado pela atriz Felicity Jones, mais conhecida por Rogue One: Uma História Star Wars. Além disso, traz ainda Shailene Woodley, Callum Turner, Joe Alwyn e Nabhaan Rizwan no elenco.

Para os fãs do livro, A Última Carta de Amor também é recomendado na Netflix. A história muda pontos da obra literária, dando novidades também para os leitores.

Como citado anteriormente, a direção é de Augustine Frizzell.

A Última Carta de Amor pode ser vista na Netflix.

Publicidade