Explicamos o final de Rua do Medo Parte 2: 1978

Filme da Netflix termina com a introdução da trama do próximo capítulo

Publicado em 10/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rua do Medo Parte 2: 1978 termina revelando como C. Berman escapou dos ataques no Acampamento Nightwing no ano em questão. A personagem de Gillian Jacobs é deixada para morrer, mas acaba sobrevivendo após a morte da irmã. O desfecho também faz referência à história da bruxa Sarah Fier, que será o principal tema do próximo capítulo.

Os personagens principais da sequência são Cindy Berman (Emily Rudd), sua irmã Ziggy (Sadie Sink), Alice (Ryan Simpkins) e Tommy (McCabe Slye), o namorado de Cindy.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Todos eles trabalham no Campo Nightwing em 1978, e Tommy é atacado pela enfermeira Mary Lane, que diz que “de uma maneira ou de outra, todos vocês vão morrer essa noite”.

A enfermeira Lane é a mãe da serial killer Ruby Lane, um dos assassinos mortos vivos de 1994, e estava investigando o que aconteceu para sua filha ter se tornado um dos matadores de Shadyside.

Antes de ser atingido pela enfermeira, Tommy a nocauteia e ela é levada para o hospital. Ao lerem o diário de Mary Lane, os adolescentes descobrem a maldição da feiticeira Sarah Fier.

O desfecho de Rua do Medo: 1978

No final de Rua do Medo: 1978, Cindy e Alice escapam para o subsolo da casa da bruxa, enquanto Tommy volta para o acampamento e começa seu frenesi assassino.

Ziggy e Nick Goode (o futuro xerife) tentam proteger os outros campistas, enquanto Cindy e Alice fazem de tudo para voltar à superfície.

Alice havia quebrado seu tornozelo durante o confronto original com Tommy, e pede para Cindy deixá-la para traz e ajudar Ziggy. Em um momento de grande sorte, a personagem também encontra a mão da bruxa.

Nick é atacado e ferido por Tommy, mas o assassino abandona o colega ferido para perseguir Ziggy.

Cindy se reúne com Ziggy no acampamento, chegando a tempo de apunhalar Tommy e salvar a irmã. Alice chega com a mão de Sarah Fier, e Ziggy, sem querer, deixa seu sangue cair nos restos da bruxa.

O grupo cria um plano para colocar a mão de Sarah de volta no corpo da bruxa, que supostamente estaria pendurado em uma árvore do acampamento.

Antes disso, Tommy recobra a consciência e mata Alice, antes de ter a cabeça cortada por Cindy.

Cindy e Ziggy chegam à árvore em que Sarah foi enforcada, mas não encontram o corpo da feiticeira, apenas uma placa com os dizeres “a bruxa vive para sempre”.

Os assassinos também chegam rapidamente e atacam as duas irmãs, deixando-as para morrer.

No entanto, graças à ajuda de Nick, a personagem de Gillian Jacobs consegue sobreviver.

Porém, ninguém acredita no que ela tinha a dizer sobre os eventos traumáticos, o que a leva a uma vida de solidão e isolamento.

Rua do Medo retorna para 1994, e a mulher consultada por Deena e Josh revela que a árvore do enforcamento de Sarah Fier está no shopping de Shadyside.

Deena e Josh encontram a mão ainda enterrada, e vão para a floresta para enterrá-la com o corpo. Enquanto isso, Ziggy liga para Nick – e o filme não revela o que ela diz.

Na última cena do filme, Deena une a mão ao corpo de Sarah, e se enxerga como a própria bruxa em 1666.

Ou seja, o próximo filme da saga deve abordar exatamente como Sarah Fier morreu. A personagem provavelmente será interpretada por Kiana Madeira, que também dá vida a Deena.

Rua do Medo: 1978 está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio