Publicidade

Contém spoilers

Jungle Cruise: Explicamos o final do filme da Disney com The Rock

Longa com Dwayne Johnson e Emily Blunt está em cartaz nos cinemas

Publicado por Alexandre Guglielmelli

30/07/2021 21:00

Jungle Cruise, o mais novo filme da Disney – com The Rock e Emily Blunt – faz uma revelação impressionante em seu desfecho. Capitão Frank, o personagem de Dwayne Johnson, é na verdade um guerreiro imortal – amaldiçoado pela tribo que cuidava da Árvore da Vida. Felizmente, o longa termina com um final feliz para o protagonista.

O longa conta a história do capitão Frank Wolff, que guia a cientista britânica Dra. Lily Houghton e seu irmão MacGregor em uma jornada em busca da Árvore da Vida – que supostamente tem o poder de curar qualquer doença.

O trio precisa enfrentar perigosos animais selvagens, um clima quente e impiedoso, plantas venenosas e rios repletos de corredeiras e armadilhas.

Mas não é só isso: Frank, Lily e MacGregor também entram no caminho de uma expedição da Alemanha Imperial, determinada a encontrar a Árvore da Vida primeiro.

Confira abaixo tudo que você precisa saber sobre o final de Jungle Cruise e a possibilidade de uma sequência para o longa da Disney.

Jungle Cruise – Final explicado

No terceiro ato de Jungle Cruise, o filme revela que Frank Wolff, o personagem de Dwayne Johnson, não é simplesmente um guia fluvial.

Na verdade, o personagem tem séculos de idade, e fez parte da equipe de conquistadores que descobriu originalmente a Árvore da Vida. Porém, o protagonista acaba amaldiçoado pela tribo que protegia a árvore sagrada, sendo condenado a viver para sempre e não envelhecer.

Frank não é apenas velho – ele simplesmente não pode morrer. O filme demonstra essa habilidade em primeira mão quando o personagem recebe um golpe de espada no coração, mas continua vivo. Lily Houghton, a cientista interpretada por Emily Blunt, é obrigada a retirar a espada do peitoral de The Rock.

É devido à sua conexão com a maldição que Frank aceita ajudar Lily a encontrar a árvore. O desejo do personagem era quebrar o feitiço e finalmente morrer.

Essa morte, no entanto, não soa bem para Lily. Afinal de contas, a personagem desenvolve sentimentos românticos por Frank, e deseja mostrar o mundo para o capitão, muito além das fronteiras do perigoso rio.

Felizmente, Lily utiliza uma pétala da árvore sagrada para quebrar a maldição de Frank. Agora que o personagem de The Rock é mortal, ele acaba desistindo de se mtar.

Ao invés disso, Frank embarca com Lilly e seu irmão MacGregor para Londres. O capitão não consegue deixar para trás Proxima, sua onça de estimação, e também leva o animal para a capital britânica.

Em Londres, o capitão aparece com um belo terno roxo, enquanto Lily assume o volante do carro e transporta Frank e Proxima pelas ruas de Londres. É aí que o filme termina, com um final feliz para todos os personagens principais.

No discurso à conservadora Sociedade Histórica de Londres, MacGregor também menciona que Lily se tornou uma professora na Universidade de Cambridge.

Até o momento, a Disney não confirmou uma possível sequência para Jungle Cruise. Tudo deve depender da audiência e sucesso crítico do longa, tanto nos cinemas quanto na plataforma Disney+.

O filme, porém, ainda conta com várias tramas que podem ser trabalhadas em uma continuação, que pode trazer Lily e Frank em aventuras londrinas ou de volta às matas tropicais.

Jungle Cruise está em cartaz nos cinemas brasileiros e disponível no Disney+.

Clique aqui para assinar o Disney+ e assistir ao filme Jungle Cruise.

Publicidade