Rua do Medo: Explicamos a maldição de Sarah Fier

Trilogia de terror da Netflix usa bruxa como centro da história macabra

Publicado em 5/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Alerta de spoilers

Rua do Medo Parte Um: 1994 mostra que a trilogia da Netflix tem como centro a maldição da bruxa Sarah Fier. A lenda diz que a personagem vingativa possui cidadãos comuns de Shadyside para que cometam terríveis crimes.

Essa é a base da maldição. Mas, Rua do Medo: 1994 tem outros detalhes que mostram como ela realmente funciona. Além de ser uma forma de vingança de Sarah Fier, a lenda também mostra escolher a dedo as pessoas que se tornam assassinas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sam ser a próxima assassina não foi uma coincidência por ela ter encostado no túmulo da bruxa. Antes da batida, que leva a personagem a ver Sarah Fier, o nariz de Deena começa a sangrar de repente, fazendo com que ela derrube o cooler.

O filme da Netflix ainda mostra uma versão principal da lenda na música cantada pelos personagens. Sarah Fier foi executada em 1666 como uma bruxa, mas antes disso ela prometeu a vingança contra Shadyside.

A cada época, um assassino aparece para dificultar a vida da cidade. No começo do filme, o local é chamado de terra dos assassinatos.

A canção explica a maldição de Sarah Fier

Um ponto típico do terror em Rua do Medo é uma lenda popular que todos não acreditam ser verdade. A maldição, como citado antes, está na canção popular.

“Antes do suspiro final da bruxa, ela encontrou uma maneira de enganar a morte. Cortando a sua mão amaldiçoada, ela manteve o controle sobre nossa terra. Ela entra em contato do túmulo, fazendo bons homens os soldados dela. Ela vai pegar seu sangue, ela vai pegar a sua cabeça. Ela vai te seguir até a morte”, diz a canção.

Os personagens da Netflix levam ao sentido literal “a mão amaldiçoada”, pensando que o toque é o que leva a possessão ou escolha como vítima. Os filmes finais de Rua do Medo devem dar os detalhes das escolhas de Sarah Fier.

Ao mesmo tempo, a “mão amaldiçoada” pode ser simplesmente a chave para terminar com o domínio da bruxa sobre Shadyside.

Trilogia de Rua do Medo na Netflix

“Em 1994, um grupo de adolescentes descobre que os eventos terríveis que assombram sua cidade há gerações podem estar conectados. O pior: eles podem ser os próximos alvos. Baseada na série de livros de terror de R.L. Stine, a trilogia conta a história sinistra da cidade de Shadyside”, diz a sinopse da trilogia.

A trilogia de Rua do Medo traz três histórias conectadas, mas em épocas diferentes. Cada filme será lançado em uma semana de julho, com o primeiro já disponível.

A Netflix descreve que o primeiro filme é Rua do Medo: 1994 – Parte 1. Depois, como citado antes, Rua do Medo: 1978 – Parte 2 chega em 9 de julho e Rua do Medo: 1666 – Parte 3, em 16 de julho.

Sadie Sink, a Max de Stranger Things, também aparece nos longas. A trilogia marca mais uma história dela com a Netflix. A famosa atuou ainda em Eli na plataforma.

A direção dos três filmes fica com Leigh Janiak. A diretora promete homenagear os mais diferentes longas de terror em Rua do Medo.

Os filmes de Rua do Medo tem a primeira parte disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio