Spike Lee chama Bolsonaro, Trump e Putin de “gângsteres”

Diretor aclamado de Infiltrado na Klan discursou na abertura do Festival de Cannes de 2021 e pediu para povo "levantar a voz" contra eles

Publicado em 6/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O diretor Spike Lee afirmou em discurso na abertura do Festival de Cannes de 2021 que os presidentes do Brasil e Rússia, Jair Bolsonaro e Vladimir Putin, e o ex-mandatário dos EUA, Donald Trump, são “gângsteres”. O cineasta de Infiltrado na Klan é presidente do júri neste ano.

Spike Lee pediu que as pessoas “levantem a voz” contra os políticos. Para o diretor, os presidentes e o ex-comandante dos Estados Unidos “não tem moral ou escrúpulos”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O mundo está sendo governado por gângsteres. O Agente Laranja (Trump), o cara do Brasil (Bolsonaro) e Putin. São gângsteres e vão fazer o que quiserem. Não têm moral ou escrúpulos, esse é o mundo em que vivemos e precisamos levantar a voz contra gângsteres como esses”, declarou Spike Lee.

O diretor é o primeiro afro-americano a ser presidente do júri de Cannes. No cinema, Spike Lee é conhecido pela luta contra a discriminação racial.

Brasil no Festival de Cannes de 2021

O Brasil tem representantes de destaque no Festival de Cannes de 2021. O cineasta Kleber Mendonça Filho está no júri presidido por Spike Lee.

Enquanto isso, os filmes O Marinheiro das Montanhas, Sideral e Céu de Agosto serão exibidos no evento. O primeiro está entre o grupo das Sessões Especiais, enquanto os outros dois são curtas.

O Festival de Cannes de 2021 acontece entre os dias 6 e 17 de julho. Bolsonaro e os outros políticos ainda não responderam a declaração de Spike Lee.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio