Caminhos da Memória, com Hugh Jackman, tem absurdo furo de roteiro

Filme conta com um final para lá de sem sentido

Publicado em 24/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Contém spoilers

À medida que a investigação de Nick (Hugh Jackman) se desenrola em Caminhos da Memória, surgem vários buracos na trama. Um furo de roteiro em particular é bastante absurdo (via Comic Book Resources).

Nick desvenda o caso, salva Freddie e derrota os vilões no final de Caminhos da Memória. No entanto, as memórias de Boothe confirmam que Mae se matou para proteger a localização da criança.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mais tarde, Nick negociou um acordo, se conectou à sua máquina e passou o resto de seus dias em memórias com Mae como um casal feliz. No entanto, a logística e as operações disso não fazem sentido.

Final sem sentido

Não há como ele viver nesta cela aquática, sonhando para sempre, sem uma equipe por perto. Dá para ver em pods de alta tecnologia onde Watts trabalha. Ela visita no final, mas este é único, então alguém deve se perguntar por que o tanque está limpo e o local não está abandonado ou insalubre.

Além disso, pode haver complicações de saúde e com todo o equipamento elétrico ao redor, ele pode fritar o cérebro ou morrer. O filme poderia tê-lo colocado em um pod criogênico legítimo adequado, mas força um final sentimental, pois foi neste local que ele se apaixonou por Mae, num amor à primeira vista.

Caminhos da Memória, com Hugh Jackman, está agora em exibição nos cinemas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio