Mais do que você gosta.

Publicidade

Sem spoilers

Raízes Macabras: Filme de terror é inspirado por bruxaria real

Sucesso mexicano adapta elementos dos Brujos de Catemaco na Netflix

Publicado por Alexandre Guglielmelli

27/08/2021 20:15

Raízes Macabras – lançado com o título original de The Old Ways (Os Costumes Antigos) – tem tudo para se tornar um dos filmes de terror mais populares da Netflix em 2021. A produção mexicana já figura no Top 10 de diversos países. O que os fãs não sabem é que, embora tenha uma trama fictícia, certos aspectos do longa são baseados na vida real.

O longa mistura bruxaria, exorcismo, fantasmas e demônios em uma história impressionante, que tem o potencial para deixar os assinantes brasileiros da Netflix de cabelo em pé. Raízes Macabras acompanha a história de Cristina, uma jornalista de origem mexicana que retorna ao lar ancestral de sua família, na região de Veracruz.

Continua depois da publicidade

A protagonista retorna ao antigo país para investigar uma história envolvendo bruxaria e curas milagrosas. No entanto, ao chegar no local, Cristina acaba sequestrada por um grupo de moradores – que acredita que a jovem é o Diabo encarnado.

A trama de The Old Ways apresenta uma abordagem interessante sobre “os Brujos de Catemaco” – quase tão sinistros quanto as feiticeiras do filme, só que na vida real.

Raízes Macabras na vida real

A cidade de Catemaco é uma pequena comunidade localizada no sul do estado mexicano de Veracruz.

O local onde a trama de Raízes Macabras é ambientada, é famoso na vida real por sua tradição de bruxaria e sortilégio, com raízes no período pré-colonial da região.

Uma das principais diferenças entre a magia pré-espanhola do México e a bruxaria européia, é o fato da antiga arte ser mais praticada por homens, chamados de “brujos”.

Essa tradição é bastante conhecida no México e nos países vizinhos. Com promessas de rituais milagrosos, brujos atraem clientes das mais diversas classes sociais – desde a população de rua até políticos influentes e empresários milionários.

A cidade de Catemaco conta com um festival anual dedicado inteiramente à prática da “brujeria”, que chega a atrair até 5 mil visitantes.

As práticas mágicas dos brujos de Catemaco misturam os ritos católicos – especificamente a invocação de Santos – com crenças pré-hispânicas e rituais milenares.

Embora grande parte dos visitantes encare os brujos de Catemaco simplesmente como uma inusitada atração turística, muita gente leva as práticas a sério.

Os praticantes da brujeria realizam trabalhos de “magia branca” e “magia negra”. No caso, os de magia negra costumam ser bem mais caros.

Esses rituais também representam uma das partes mais importantes da economia de Catemaco. Fidel Herrera Beltrán, o governador do estado de Veracruz, chegou a incentivar a criação de uma “escola nacional de feiticeiros” – sem sucesso.

O Congresso Nacional de Brujos de Catemaco acontece sempre na primeira sexta-feira de Março, e se inicia como uma “Missa Negra” à beira do Lago Catemaco, celebrada pelo “Brujo-mór”.

Embora a prática da brujeria seja vista pela maioria das pessoas como algo inofensivo, e até benéfico para a economia mexicana, ela também cria alguns problemas para as comunidades – como a chegada de trambiqueiros e a realização de golpes em turistas.

Além disso, a região já foi alvo de controvérsia pelos sacrifícios de animais e pela adoração a entidades como a Santa Muerte e o próprio Satanás.

Raízes Macabras é uma ótima maneira de você conhecer (um pouco) sobre as tradições de Catemaco sem precisar gastar dinheiro viajando.

The Old Ways (Raízes Macabras) já está disponível na Netflix,

Publicidade