A história real de O Pai que Move Montanhas na Netflix

Diretor se inspirou em notícia romena para criar a trama do longa

Publicado em 21/09/2021 18:30
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Netflix celebrou nesta semana o sucesso de mais um lançamento internacional em seu catálogo: O Pai que Move Montanhas. O filme traz uma trama tocante sobre a busca de uma família desesperada por um filho desaparecido. Muitos assinantes da plataforma se emocionaram com o longa, que é baseado em uma história real ocorrida em 2009.

O filme acompanha a história de Mircea, um policial cinquentão aposentado, que se surpreende ao descobrir que um de seus filhos, fruto de um casamento fracassado, se perdeu nas montanhas geladas da Romênia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mircea se decepciona com os esforços das equipes de busca, e decide tomar as rédeas do caso em suas próprias mãos. O protagonista, então, embarca em uma emocionante e perigosa jornada em busca do filho.

O site CinemaHolic falou sobre a história real que inspirou o diretor Daniel Sandu a produzir O Pai que Move Montanhas; confira abaixo.

A história real de O Pai que Move Montanhas

Em uma entrevista ao site CinemaHolic, o cineasta romeno Daniel Sandu revelou as inspirações de O Pai que Move Montanhas, e confirmou que a trama do longa traz elementos de uma história real.

O diretor desenvolveu a história do longa a partir de uma notícia divulgada por emissoras de TV da Romênia em meados de 2009.

Sandu se inspirou pela impressionante resiliência dos pais de uma criança desaparecida nas geladas montanhas do país.

Acidentes em montanhas acontecem todos os anos, mas o que chamou a atenção do diretor foi a reação do pai ao desaparecimento do filho.

Assim como Mircea, o protagonista de O Pai que Move Montanhas, o pai do garoto desaparecido era um homem influente disposto a utilizar seu privilégio e conexões para encontrar o filho.

No entanto, quanto mais o pai procurava, mais inacessíveis se tornavam as montanhas – como se a própria natureza respondesse ao desafio do homem.

A história continuou a dominar a mídia romena por algumas semanas, mas devido à falta de desenvolvimentos, acabou perdendo espaço nos telejornais.

Mas Daniel Sandu continuou interessado pela história, acompanhando todas as atualizações. Na época, o diretor não tinha ideia que produziria um filme inspirado no triste acontecimento real.

Em 2013, enquanto tentava criar um anti-herói realista, o diretor lembrou-se da história que havia acompanhado em 2009, e decidiu usar o personagem real como protagonista de uma nova trama – que, com o tempo, transformou-se no filme O Pai que Move Montanhas.

Segundo Sandu, “uma pessoa não pode ser julgada pela maneira como responde a uma situação como essa, já que algo assim muda completamente os valores de qualquer um”.

Infelizmente, o diretor não revela o nome do pai e filho envolvidos na história real, nem o desfecho original do ocorrido.

O Pai que Move Montanhas está disponível na Netflix; confira abaixo o trailer.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio