Ator de A Menina que Matou os Pais desabafa: “Desgaste emocional”

Filmes sobre o caso Richthofen já estão no Amazon Prime Video

Publicado em 24/09/2021 14:00
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Allan Souza Lima interpretou Cristian Cravinhos, um dos assassinos de Manfred Marísia von Richthofen, em A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais. Com o lançamento dos filmes no Amazon Prime Video, ele desabafou sobre os desafios de interpretar o criminoso.

O astro revelou à Contigo! ter sido “um desgaste emocional muito grande” viver o personagem na dupla de filmes e contou sobre como entrou na cabeça do assassino.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Acho que a pergunta clara, para mim, desde o início, que me levou a desenvolver esse trabalho, foi: ‘O que leva o ser humano desde o momento em que ele pensa, até a execução final do ato?’. Essa pergunta foi contínua durante todo esse processo”.

Processo difícil

Não bastasse isso, ele precisou estudar a figura de Cristian Cravinhos, os jeitos dele, a fim de criar a versão dele nos filmes A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais.

“Tinha que entender como ele falava, a postura dele, a forma como se comunicava. Exigia um estudo de análise corporal e psicólogo muito mais delicado. Diferente de outros personagens que temos a licença poética de criação”, disse Allan Souza Lima.

“O filme em geral foi bastante difícil. Tinha uma luta entre o controle emocional e a parte técnica, que eram muito presentes, não podíamos criar qualquer coisa”, contou o ator, que precisou perder seis quilos para viver o personagem.

A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais estão disponíveis no Amazon Prime Video.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio