Publicidade

Polêmica

Novo herói da Marvel, Shang-Chi é banido da China

Ultraman e K-Pop também foram proibidos

Publicado por Guilherme Coral

28/09/2021 11:57

O Partido Comunista Chinês completa 100 anos em 2021 e com isso, diversas mudanças acerca da veiculação de obras culturais e de entretenimento foram promovidas no país asiático. Dentre essas medidas, obras como Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, da Marvel, Ultraman e K-Pop foram banidas do país.

A razão por trás desse banimento dos filmes, séries e músicas da mídia chinesa é porque tais produtos não se enquadram aos ideais do partido.

Nas últimas semanas, a administração nacional de rádio e televisão da China condenou o culto à celebridade e “estilos afeminados”. Em declaração, foi exibido que plataformas e emissoras promovam “imagens masculinas”, junto da cultura tradicional, revolucionária socialista avançada.

A declaração entrou em detalhes, dizendo que séries de TV precisam “resistir tramas ruins” e somente transmitir “excelentes desenhos com conteúdo saudável, promovendo a verdade, a bondade e a beleza”.

Banidos da China

Com isso, o K-Pop, Ultraman e Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis ficaram de fora, mas há outro motivo por trás do banimento do filme da Marvel.

Simu Liu, que interpreta o protagonista do longa-metragem, foi criticado por defensores e membros do Partido Comunista Chinês. Ele criticou a China ao revelar como os pais dele saíram do país e foram para o Canadá.

Isso invariavelmente afetou a decisão de banir o filme da Marvel, tendo em vista que Simu Liu pode ser considerado uma figura disruptiva dentro do país.

Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis está em cartaz nos cinemas.

Clique aqui para assinar o Disney+ e assistir às produções da Marvel.

Publicidade