Quanto Vale?: Explicamos o final de filme da Netflix

Longa-metragem é estrelado pelo ator Michael Keaton

Publicado em 3/9/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Contém spoilers

Quanto Vale?, com Michael Keaton, chegou à Netflix. Aqui está uma explicação sobre o seu final.

A história de Quanto Vale? é baseada em fatos reais. Nela, um advogado (interpretado por Keaton) enfrenta uma batalha ferrenha para criar um fundo de compensação pelas vidas perdidas no 11 de setembro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Continue lendo para conferir o que acontece no encerramento de Quanto Vale?, da Netflix (via Digital Mafia Talkies).

Final explicado

Não se pode medir a profundidade do desespero antes de pular nele. No primeiro encontro com as vítimas, um homem perguntou a Kenneth: “Você perdeu alguém de sua família?”

A pergunta foi definitivamente perdida, mas direciona o tema do filme. A questão é: é vital perder alguém para entender a dor e o sofrimento humanos?

Kenneth abordou o caso como faria com qualquer outra questão. Ele vivia de acordo com a fórmula e, como sua natureza inerente, aplicou a fórmula. O fim, ou a simbolização, do filme foi mais uma jornada do personagem para se livrar de sua rigidez.

No início, Kenneth não falou diretamente com nenhuma das vítimas ou suas famílias. Ele não entendia o que passaram ou ainda estavam passando. Ele não entendia a dor e o sofrimento dessas pessoas, mas quando o fez, as coisas mudaram.

Kenneth foi obrigado a encontrar Karen Donato, esposa do bombeiro de Nova York Nicholas Donato, que perdeu a vida nos ataques de 11 de setembro.

Hesitante e resistente a princípio, Kenneth finalmente entendeu sua dor. Outra vítima que perdeu sua esposa, Charles Wolf (Stanley Tucci), ajudou Kenneth a perceber que ele não pode colocar a vida humana em uma fórmula e seguir em frente.

Esses 7 mil cidadãos buscavam o respeito de seu governo e não deviam ser tratados como alguns números em uma planilha.

Influenciado pelas crenças de Wolf, Kenneth não desconsiderou precisamente sua fórmula, mas usou a discrição que lhe era dada pela lei. Ele começou a conhecer e tratar todas as vítimas e suas famílias com respeito, individualidade e dignidade.

Mesmo assim, a meta determinada estava bem à frente. No final, Kenneth pediu a Charles Wolf que confiasse nele e comunicasse o mesmo à sua leal multidão de vítimas. Então e ali, naquele momento, Wolf viu um zelo em mudar as coisas nos olhos de Kenneth e confiou nele.

No dia seguinte, Charles Wolf anunciou em seu blog que acredita nos esforços de Kenneth e, sob sua administração, o “fundo é fixo”.

Logo após a declaração, o escritório de Kenneth se encheu de vítimas para assinar seu pedido de “Fundo de Compensação à Vítima”. Karen Donato entregou pessoalmente seu formulário a Kenneth para que o dinheiro do fundo pudesse ser sancionado para o bem-estar das filhas de Nicholas (Jenna e Belle) de outra mulher.

Antes do prazo, Kenneth e sua equipe de guerreiros reuniram mais de 95% dos requerentes elegíveis para o fundo, enquanto 94 pessoas se recusaram a participar. De acordo com os registros, o “Fundo de Compensação de Vítimas do 11 de setembro” foi o único fundo desse tipo na história dos Estados Unidos.

Antes da partida final, Charles Wolf deu seu consentimento a Kenneth e sublinhou: “Você estava errado sobre Lee Quinn. Você não é nada como ele.”

Foi um elogio para Kenneth, que acreditava que advogados como ele e Lee derramavam lágrimas falsas para persuadir clientes. Wolf viu o que havia dentro da alma de Kenneth. Ele entendeu que Kenneth realmente sentiu a “perda”.

A constatação: “A vida não tem preço e nenhum número pode defini-la.”

Quanto Vale?, com Michael Keaton, pode ser assistido agora pela Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio