Publicidade

Tragédia

Arma cenográfica de Alec Baldwin falha e mata diretora de novo filme

Filme Rust estava em gravações quando acidente foi revelado pela polícia norte-americana

Publicado por Bruno Tomé

22/10/2021 08:36

A polícia de Santa Fé, no Novo México (EUA), confirma que Alec Baldwin atirou acidentalmente contra o diretor Joel Souza e a diretora de fotografia Halyna Hutchins no set do filme Rust. A cineasta faleceu após o disparo.

As autoridades afirmam que o ator usava uma arma cenográfica que falhou e acabou disparando contra os diretores. Halyna Hutchins chegou a ser levada de helicóptero ao Hospital da Universidade do Novo México, mas não resistiu.

A diretora de fotografia tinha 42 anos e estava em ascensão em Hollywood. Antes, a cineasta tinha trabalhado na série A Luv Tale: The Series.

“O gabinete confirma que os dois indivíduos baleados no set de Rust foram a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, atingidos quando uma arma cenográfica foi disparada pelo ator e produtor Alec Baldwin”, diz o comunicado policial.

O diretor de Rust, Joel Souza, teria sido atingido no ombro. O cineasta foi levado a um hospital e já teria sido liberado, conforme informações da atriz Frances Fischer.

Reação de Alec Baldwin e momento do disparo

Os detetives ainda estão ouvindo os envolvidos em Rust. A investigação afirma apenas que os disparos aconteceram durante uma cena – ainda sem a confirmação se foi em ensaio ou já em gravações.

Após o acidente, Alec Baldwin foi levado até uma delegacia local e testemunhou. O ator e produtor de Rust foi liberado logo em seguida.

O Santa Fe New Mexican descreve que o ator foi visto ao telefone do lado de fora da delegacia. O famoso estava “em lágrimas e perturbado”.

Um porta-voz da produção de Rust comunicou ao público que as gravações param por tempo indeterminado.

“Todo elenco e a equipe estão absolutamente devastados após a tragédia de hoje. Estamos enviando nossos sentimentos para os familiares e os amigos de Halyna Hutchins. Nós interrompemos as gravações por tempo indeterminado e vamos cooperar com as investigações policiais”, diz o comunicado.

O estúdio garante ainda que vai fornecer auxílio jurídico para todos os envolvidos no acidente de Rust.

Essa não é a primeira vez que um acidente fatal do gênero acontece. Em 1984, no set da série Cover Up, Jon-Erik Hexum se matou ao atirar acidentalmente uma arma cenográfica contra si mesmo.

O outro caso, mais conhecido, é do filho de Bruce Lee, Brandon Lee, morto em 1993 por outro ator no set de O Corvo. Novamente, uma arma cenográfica falhou e os disparos foram feitos.

Publicidade