Publicidade

Regras rígidas

Disney tem uma proibição para todos filmes da Marvel

Personagens não podem fumar nos longas do MCU e outros projetos da companhia

Publicado por Alexandre Guglielmelli

03/10/2021 19:00

Os filmes de super-heróis representam atualmente o gênero mais popular do cinema. Para alcançar essa posição tão desejada, a Marvel precisou se esforçar para produzir filmes com apelo mais universal possível. E para fazer isso, o MCU criou algumas regras inusitadas para seus filmes. Uma das mais interessantes é a proibição de mostrar personagens fumando – inclusive os vilões.

Fãs da Marvel sabem que o MCU conta com um estilo de lançamento bastante particular. Todos os aspectos dos filmes e séries são mantidos sob segredo, o que aumenta o impacto das grandes revelações. Para manter o mistério, a Marvel aposta em gravações em horários não convencionais, sem divulgar o cronograma para a imprensa.

O processo de audição dos atores também é bastante rígido. Alguns astros da Marvel tiveram que memorizar um roteiro completo em apenas 5 horas – já que não podiam levar o material para a casa.

O site TheThings falou tudo sobre a proibição do tabagismo nos filmes da Marvel; veja abaixo.

É proibido fumar (na Marvel)

Segundo a MTV, cenas de tabagismo são proibidas em filmes da Marvel, Pixar, Lucasfilm e qualquer outro filme da Disney com classificação indicativa PG-13 (recomendada para maiores de 13 anos).

Fãs perceberam essa tendência em Cruella, lançado pela Disney em 2021. Originalmente, a vilã de 101 Dálmatas contava com um icônico porta-cigarros, e sempre aparecia soltando uma característica fumaça verde.

No entanto, na adaptação live-action da história da vilã, interpretada por Emma Stone, nenhum personagem fuma.

A decisão, inclusive, quebrou a fantasia do longa para muitos fãs. Afinal de contas, é estranho ver um filme ambientado em Londres, nos anos 70, sem a característica fumaça de cigarro.

É bastante fácil entender o motivo da proibição de cenas de tabagismo nos filmes da Disney. Como os longas da Marvel tem como parte do público-alvo crianças e adolescentes, a empresa optou por não “glamourizar” o uso do cigarro.

Além disso, a Disney também enxerga as cenas de fumo como “propagandas gratuitas” para o tabagismo, algo que não orna com os valores da companhia.

“A propaganda gratuita que a indústria do tabaco consegue, seja por pessoas postando fotos fumando ou por grandes sucessos de Hollywood, causa um grande impacto nos espectadores mais jovens, e em sua decisão de começar a fumar”, comentou um especialista.

Segundo a matéria do TheThings, a diminuição das cenas de fumo em filmes e séries influenciou uma mudança de opinião do público mais jovem.

“Quando a campanha começou, cerca de 23% dos jovens fumavam. Hoje em dia, só 8% fumam. Então, essa estratégia da Disney foi um ótimo passo na direção correta”, afirmou.

Clique aqui para assinar o Disney+ e assistir aos filmes da Marvel.

Publicidade